Peças para o próximo leilão

441 Itens encontrados

Página:

  • GOVERNADOR ALTINO ARANTES (BATATAIS, 29 DE SETEMBRO DE 1876  SÃO PAULO, 5 DE JULHO DE 1965)    PRESIDENTE DO ESTADO DE SÃO PAULO NO PERÍODO DE 1916 A 1920. MOSER  FAUSTOSO CONJUNTO DE TAÇAS EM CRISTAL DA MANUFATURA MOSER MODELO PAULA STEMWARE, ENCOMENDADO NA DECADA DE 1920.  PROJETADO EM 1902 COMO PARTE DO MOVIMENTO ART NOUVEAU, O MODELO PAULA STEMWARE FOI ORIGINALMENTE CHAMADO ROSE DEVIDO AO SEU FORMATO FLORAL ÚNICO. A HASTE APRESENTA UM CORTE DE SEIS LADOS E O CORPO APRESENTA SEIS CHANFROS. DECORADO COM ROSAS EM TODA VOLTA GRAVADAS COM RODA DE COBRE ENTRELAÇADAS COM ESPINHOS E FOLHAS E ARREMATES EM OURO. UMA VERDADEIRA OBRA DE ARTE!  ESSE BELO CONJUNTO É DOTADO DE 58 PEÇAS SENDO: 12 GRANDES TAÇAS PARA ÁGUA (24 CM DE ALTURA), 12 TAÇAS PARA VINHO TINTO (21 CM DE ALTURA), 10 TAÇAS PARA VINHO BRANCO (18,5 CM DE ALTURA), 12 LAVANDAS (13 CM DE DIAMETRO) E 12 PRESENTOIRS (17 CM DE DIAMETRO).   NÃO POR ACASO O PADRÃO ELEGANTE E REQUINTADO SEDUZIU O PRESIDENTE  ALTINO ARANTES. A HISTÓRIA DA AQUISIÇÃO DESSE APARELHO TEM ASPECTOS TÃO INTERESSANTES QUANTO SEU PRÓPRIO DESIGN PORQUE FOI NA MESA DE UM PAPA QUE  ALTINO ARANTES O VIU PELA PRIMEIRA VEZ. A RELAÇÃO ENTRE ALTINO ARANTES E O VATICANO É HISTÓRICA. COMO DEPUTADO NA LEGISLATURA DE 1909-1911, DURANTE O  GOVERNO NILO PEÇANHA ENCAMPOU A BANDEIRA DE SE OPOR À SUPRESSÃO DA REPRESENTAÇÃO DIPLOMÁTICA BRASILEIRA AO VATICANO O QUE PERMITIU QUE A REPRESENTAÇÃO BRASILEIRA JUNTO À SANTA SÉ FOSSE ELEVADA AO NÍVEL DE EMBAIXADA ALGUNS ANOS DEPOIS EM 1919. AS PÁGINAS DO DIÁRIO ÍNTIMO DESSE POLÍTICO, UM DOS COADJUVANTES DA CONDUÇÃO DO BRASIL DURANTE A TRANSIÇÃO DA REPÚBLICA VELHA PARA O PERÍODO DA PRÉ REVOLUÇÃO E DO ESTADO NOVO, MOSTRAM UM HOMEM DE FÉ E RELIGIÃO. MUITAS PEREGRINAÇÕES, ROMARIAS E UMA RELAÇÃO MUITO PRÓXIMA A SANTA SÉ. TAL É A PROXIMIDADE QUE FOI CONVIDADO A JANTAR COM O PAPA PIO XI (1922-1939) NO VATICANO. O PAPA PIO XI FOI UM GRANDE ADMIRADOR DA PRODUÇÃO DA CRISTALLERIE MOSER. LOGO QUE ASSUMIU O PAPADO, EM 1923, O PAPA ENCOMENDOU UM GRANDE SERVIÇO DE CRISTAL MOSER  MODELO SCHONBRUNN. O DESIGN DESSE PADRÃO CRIADO EM 1916 FOI INSPIRADO NA ARQUITETURA DO GLORIOSO PAVILHÃO CONSTRUIDO EM 1775 PARA COMEMORAR A VITÓRIA DA AUSTRIA SOBRE A PRUSSIA NA BATALHA DE KOLIN. UM GRANDE CONJUNTO COM DUZENTAS E VINTE E QUATRO PEÇAS  GRAVADAS COM AS ARMAS PAPAIS FOI  ENCOMENDADO PARA GUARNECER A MESA DO PONTÍFICE. LEO MOSER ENTÃO REBATIZOU O PADRÃO SCHONBRUNN COMO POPE E O RESULTADO FOI ACLAMAÇÃO MUNDIAL AO MODELO.   A RELAÇÃO ENTRE PIO XII E MOSER ESTREITOU-SE E OUTRAS ENCOMENDAS FORAM FEITAS A CRISALLERIE. VOLTEMOS AO JANTAR DE ALTINO ARANTES COM PIO XII. NESSA OCASIÃO O SERVIÇO DE CRISTAIS UTILIZADO FOI O MODELO PAULA STEMWARE. TAL O ENCANTAMENTO COM A BELEZA DAS TAÇAS QUE O CONVIDADO PERGUNTOU QUE CRISTAIS ERAM AQUELES TÃO BONITOS E GRACIOSAMENTE LHE FOI RESPONDIDO QUE ERAM CRISTAIS MOSER. FOI ENTÃO QUE ALTINO ARANTES PARA REMEMORAR AQUELE JANTAR TÃO SIGNIFICATIVO FEZ SUA ENCOMENDA DO SERVIÇO ORA APRESENTADO EM PREGÃO. MUITOS OUTROS LANCES AINDA ENVOLVERIAM A INFLUENCIA DE ALTINO ARANTES JUNTO A PIO XII. COMO AMIGO DE OSWALD DE ANDRADE E TARSILA DO AMARAL VIAJARAM JUNTOS PARA EUROPA E ORIENTE NO INICIO DE 1926, NESSA OCASIÃO ALTINO ARANTES INTERVIU PARA QUE O PAPA RECEBESSE EM AUDIÊNCIA A OSVALD DE ANDRADE QUE SOLICITAVA UMA BENÇÃO PAPAL PARA A ANULAÇÃO DO PRIMEIRO CASAMENTO DE TARSILA DO AMARAL COM ANDRÉ TEIXEIRA PINTO. A AUDIÊNCIA ACONTECEU E POUCOS MESES DEPOIS O CASAL OFICIALIZOU SUA UNIÃO EM 30 DE OUTUBRO DE 1926 COM A PRESENÇA DE ALTINO ARANTES E DO PRESIDENTE WASHINGNTON LUIZ (VIDE FOTO DA VIAGEM COM TARSILA, OSWALD DE ANDRADE E DE ALTINO ARANTES, NA EXTREMIDADE DIREITA DA IMAGEM NOS CRÉDITOS EXTRAS DESSE LOTE). ACOMPANHA DOCUMENTO DE TRANSFERÊNCIA DE PROPRIEDADE DA NETA DO GOVERNADOR DONA TEREZA CHRISTINA ARANTES JUNQUEIRA CONFIRMANDO A AUTENTICIDADE DO ENCOMENDANTE, DR. ALTINO ARANTES MARQUES.NOTA: Altino Arantes nasceu em Batatais (SP) no dia 29 de setembro de 1876, filho do coronel Francisco Arantes Marques e de Maria Carolina de Arantes. .Formado pela Faculdade de Direito de São Paulo em 1895, elegeu-se deputado federal pelo Partido Republicano Paulista (PRP) para as legislaturas de 1906-1908 e 1909-1911. Em 1911 renunciou seu mandato para assumir a Secretaria de Negócios Interiores de São Paulo. Permaneceu no cargo durante o governo de Rodrigues Alves (1912-1915), sendo também secretário interino da Fazenda e da Agricultura. Candidatou-se à vice-presidência do estado na chapa encabeçada por João Álvares Rubião Junior. Com o falecimento deste durante a campanha, substituiu-o como candidato a presidente. Eleito em março de 1916; governou São Paulo até 1920. Iniciou o governo do estado com o lema produzir e economizar. Foi um período histórico particularmente difícil para o mundo, para o Brasil e para São Paulo,  que trouxe a seu governo a alcunha do "governo dos quatro gês", ("guerra", "greve", "geada" e "gripe" espanhola). Essas dificuldades  enfrentou com altivez. Após deixar o governo paulista em 1920, retornou à Câmara Federal em 1921. Altino Arantes ali permaneceu como deputado até a Revolução de 1930. Neste ano, chefiou a Comissão de Reconhecimento de Poderes que examinou o resultado das eleições de março, tendo aprovado o não reconhecimento ("degola") em massa dos candidatos eleitos pela Aliança Liberal, oposicionista, na Paraíba e em Minas Gerais. Após a vitória da Revolução de 1930, em outubro, que levou Getúlio Vargas ao poder, Altino Arantes passou para a oposição. Em janeiro de 1932, foi um dos signatários de um manifesto do PRP em que este se pronunciava contra a "ditadura aliancista" e afirmava sua disposição de lutar por um novo regime republicano, constitucional e federativo. A crise entre São Paulo e o governo federal resultou na eclosão, em julho, do levante armado de 1932. Altino Arantes participou ativamente do movimento, tendo inclusive colaborado na preparação do plano da luta armada. Com a derrota da Revolução Constitucionalista em outubro, exilou-se em Lisboa. Em 1934, de volta ao Brasil, assumiu a presidência do PRP e chegou a concorrer às eleições indiretas para o governo de São Paulo, sendo entretanto derrotado. Após a queda do Estado Novo (29/10/1945), foi eleito deputado por São Paulo à Assembléia Nacional Constituinte em 1945 na legenda do Partido Republicano (PR). Posteriormente, ingressou no Partido Social Democrático e, por esse partido, candidatou-se à vice-presidência da República no pleito de 1950, na chapa encabeçada por Cristiano Machado. Contudo, obteve apenas a terceira colocação, ficando atrás dos candidatos João Café Filho, da aliança entre o Partido Trabalhista Brasileiro e o Partido Social Progressista, e Odilon Braga, da União Democrática Nacional. Morreu em São Paulo no dia 5 de julho de 1965.
  • ESCULTURA EM PEDRA COM FEITIO DE DRAGÃO TRAZENDO SUAS CRIAS AS COSTAS. CHINA, ÉPOCA INDETERMINADA. EXCEPCIONAL QUALIDADE ESCULTÓRICA.  18 CM DE COMPRIMENTONOTA: Os dragões aparecem na mitologia de muitas culturas antigas, mas em nenhum outro lugar do mundo a criatura era tão reverenciada como na China . Lá, em marcante contraste com outras mitologias mundiais, o dragão quase sempre foi visto de uma maneira positiva e particularmente associado a chuvas vitais e fontes de água. Considerado o signo do ano mais auspicioso, usado nas vestes dos imperadores, representado nos materiais mais preciosos, desde joias de ouro a estatuetas de jade, e com inúmeras referências na literatura e nas artes cênicas, o dragão estava em toda parte na China antiga e parece tão grande hoje na psique chinesa como sempre.  Uma das primeiras criaturas a aparecer nos contos e lendas da China antiga, o dragão é mais frequentemente descrito como uma besta gigante e ágil que mora em fontes de água ou nuvens. O dragão chinês é extraordinariamente poderoso e, quando voa, geralmente é acompanhado por raios e trovões. Não se sabe quando, por quem e em que realidade o dragão foi inventado pela primeira vez, embora alguns historiadores sugiram uma ligação com arco-íris e uma 'serpente do céu' que é vista após pancadas de chuva ou em cachoeiras. Dragões de jade esculpidos foram escavados em locais da cultura Hongshan , que pode ser datada de 4500-3000 aC, muito antes de qualquer registro escrito da criatura aparecer. Apesar do aspecto temível do dragão, ele geralmente não era visto como o monstro mal-intencionado que habita os mitos de outras culturas ao redor do mundo, onde normalmente é morto por uma figura de herói corajoso. Na verdade, na China, o dragão era e é considerado uma criatura justa e benevolente. É por esta razão que eles se tornaram associados ao governo e especialmente aos imperadores da China que, na qualidade de detentores do Mandato do Céu e como representantes de Deus na terra, devem sempre governar de maneira justa e imparcial para o bem de todos seus assuntos. Outra razão pela qual os governantes deveriam imitar os dragões é que a criatura era considerada um dos quatro animais mais inteligentes (junto com a fênix, o unicórnio e a tartaruga). Um famoso mito fala de um dragão ajudando ativamente um governante, Yu, o Grande (c. 2070 aC), o lendário fundador da dinastia Xia , que foi ajudado por um dragão (ou na verdade era um dragão) e uma tartaruga para controlar as águas do dilúvio que estavam devastando seu reino e, assim, controlá-los em um sistema de irrigação melhor. A população, em geral, considerava o dragão um símbolo de sorte e portador de riqueza. Além disso, os antigos fazendeiros pensavam que os dragões traziam as tão necessárias chuvas e água para ajudar em suas colheitas. Os dragões também foram considerados responsáveis por ventos fortes, tempestades de granizo, trovões, relâmpagos e tornados - os últimos ainda são conhecidos hoje como 'redemoinho do dragão' ou longo juan feng . Também é interessante notar que muitas das primeiras representações de dragões em jade são circulares.Nas comunidades rurais, havia uma dança do dragão para induzir a generosidade da criatura ao distribuir chuva e uma procissão onde uma grande figura de um dragão feita de papel ou tecido espalhada sobre uma moldura de madeira era carregada. Alternativamente, pequenos dragões eram feitos de cerâmica ou estandartes eram carregados com a representação de um dragão e orações escritas pedindo chuva. Os assistentes seguiam a procissão carregando baldes de água e, usando galhos de salgueiro, espirravam nos espectadores e gritavam Aí vem a chuva!. Quando parecia que uma seca era iminente, outro apelo para a chuva era desenhar dragões pendurados do lado de fora de casa. As procissões dançantes também tinham outro propósito útil, que era evitar doenças e enfermidades, especialmente em tempos de epidemias. A dança do dragão tornou-se parte dos festivais rurais e passou a ser intimamente associada às celebrações do Ano Novo Chinês. A ligação entre dragões e chuva, dança e cura pode derivar do xamanismo, comumente praticado na China antiga. O dragão também passou a ter um certo significado em algumas das religiões chinesas mais formais. Nas pinturas do Budismo Chan , um dragão aparecendo por trás das nuvens era um símbolo da verdade e das dificuldades em vê-lo claramente. Para os taoístas, o dragão era ainda mais importante e representava a força onipresente central conhecida como 'Caminho Central' ou Tao. Os quatro reis dragões dos Quatro Mares também foram adotados pelos taoístas. Por fim, o dragão é o quinto signo do zodíaco chinês ou shengxiao e está associado a um dos 12 anos do ciclo do calendário, sendo o "ano do dragão" mais recente de janeiro de 2012 a fevereiro de 2013.
  • ZHUANKE-  MUITO GRANDE SELO DE CORTE EM PEDRA COM REPRESENTAÇÃO DE DRAGÃO. LATERAIS COM INSCRIÇÕES NAS QUATRO FACES LATERAIS. SOB A BASE, PARTE ATIVA COM SELO QUADRIPARTIDO.CHINA, ÉPOCA INDETERMINADA. 16 X 16 X 25CM. NOTA: Historicamente, o dragão chinês foi associado ao imperador da China e usado como um símbolo para representar o poder imperial. O fundador da dinastia Han, Liu Bang, afirmou que foi concebido depois que sua mãe sonhou com um dragão.  Durante a dinastia Tang , os imperadores usavam mantos com motivos de dragão como um símbolo imperial, e altos funcionários também podiam ser presenteados com mantos de dragão. Na dinastia Yuan , o dragão de dois chifres e cinco garras foi designado para uso apenas pelo Filho do Céu ou Imperador, enquanto o dragão de quatro garras foi usado pelos príncipes e nobres.  Da mesma forma durante as dinastias Ming e Qing, o dragão de cinco garras foi estritamente reservado para uso apenas pelo imperador. O dragão da dinastia Qing apareceu na primeira bandeira nacional chinesa .
  • ZHUANKE - SELO DE CORTE EM PEDRA BASALTICA COM FEITIO DE SAPO. O SELO ESTÁ  GRAVADO EM SUA PARTE ATIVA. CHINA, PERIODO INDETERMINADO, 16 CM DE ALTURA
  • FORMIDÁVEL SELO DE CORTE EM PEDRA DURA COM FEITIO DE DRAGÃO E SUAS CRIAS. POSSUI INSCRIÇÕES NAS LATERAIS E PARTE ATIVA DO SELO COM CARIMBO NA EXTREMIDADE INFERIOR. A ESCULTURA É DE MUITA QUALIDADE! CHINA, PERIODO QIANLONG, SEC. XVIII.8 X 8 X 13 CMNOTA: Gravação de sinetes , selos de corte , ou Zhuanke em chinês , é uma forma de arte tradicional que se originou na China e se espalhou mais tarde para a Ásia Oriental . Refere-se ao corte de um desenho na face inferior do selo (a superfície ativa usada para estampar, ao invés das laterais ou superior). Também conhecido como gravação de selo. Na dinastia Shang, os selos começaram a ser usados nos escritórios do governo, onde representavam autoridade e poder. Durante as dinastias Shang e Zhou, os materiais para a fabricação de sinetes eram principalmente ossos de animais, cobre (bronze) e cerâmica. Havia artesãos ou artesãos especialmente treinados e sofisticados, incluindo oleiros que se especializaram neste trabalho, fazendo sinetes. Como os selos neste período eram usados principalmente em governos e principalmente por nobres e funcionários, o estilo dos selos era muito formal e bonito. Na dinastia Shang, a escrita oracle bone foi usada. Durante o período Zhou, vários scripts foram usados (porque os caracteres chineses ainda não eram unificados). Na dinastia Qin, a escrita do selo mais regular e formal chamada xiaozhuan (foi formalizada pelo Chanceler Li Si e prescrita pelo Imperador Qinshihuang , portanto, a escrita de caracteres chineses foi unificada pela primeira vez. Devido ao desenvolvimento da arquitetura chinesa, os selos deste período também foram amplamente usados em materiais de construção, por exemplo, após o acabamento de uma telha ou tijolo, o fabricante normalmente carimbava seu selo na superfície. Isso pode ser visto em antiguidades desse período. Tais selos, além de indicar os nomes dos produtores, hora ou local, já possuem vários estilos, refletindo as características pessoais dos fabricantes. Na dinastia Song , os artistas eruditos floresceram e a fabricação de sinetes tornou-se popular. Desde aquela época, as pedras macias foram amplamente utilizadas no corte. As pedras de Qingtian , Alguns artesãos se tornaram especialistas, criando vários estilos de escultura. Também durante este período os selos começaram a ser usados como autenticação em pinturas e obras de caligrafia. Na dinastia Yuan, o corte de sinetes já era uma arte muito desenvolvida. As dinastias Ming e Qing foram dois períodos de ouro para a arte de corte de sinetes. Na dinastia Qing, começaram a ser usadas pedras da Mongólia, chamadas de pedra Balin. Ainda na dinastia Qing (1644-1911), o imperador Qianlong sancionou um total de 25 selos para uso oficial.
  • ARQUEOLOGIA - VASO PARA VINHO COM FEITIO DE PESCOÇO E CABEÇA DE PATO. A PEÇA É GRAVADA INTEIRAMENTE COM INSCRIÇÕES. E DECORAÇÃO RELEVADA. NO ALTO UM ORIFICIO PARA INTRODUÇÃO DO VINHO. DECORAÇÃO CARACTERISTICA DA DINASTIA QIN E HAN ESSES VASOS ERAM FREQUENTEMENTE ACRESCENTADOS AS CAMARAS TUMULARES NESSA DINASTIA POR NOBRES OU MESMO OFICIAIS DE BAIXO ESCALÃO. BACIAS DE COBRE, ESPADAS DE FERRO, DE JADE DENTRE OUTROS OBJETOS TAMBÉM ERAM ACRESCENTADOS NOS RITUAIS FÚNEBRES. CHINA, ÉPOCA INDETERMINADA. 31 CM DE ALTURA
  • BELA ESCULTURA EM BRONZE REPRESENTANDO GUERREIRO MONTADO SOBRE CAVALO. CHINA, PERÍODO REVOLUCIONÁRIO. 28 CM DE ALTURA
  • MUITO GRANDE INCENSÁRIO EM BRONZE COM ESMALTES. BELA DECORAÇÃO COM FLORES E AVES FENIX. ALÇAS LATERAIS COM FEITIO DE CABEÇAS DE ELEVANTE. TAMPA TEM PEGA COM CÃO DE FÓ COM ESFERA (REPRESENTAÇÃO DE MACHO), ELEVADO SOBRE TRÊS BELOS PÉS. ASSINADO SOB A BASE. CHINA, PERIODO REVOLUCIONÁRIO, 46 X 42 CM
  • CÃO DE FÓ   MAGNÍFICA ESCULTURA EM BRONZE NEPALES REPRESENTANDO FIGURA DE LEÃO BUDISTA OU  CÃO DE FÓ. A REPRESENTAÇÃO DO CÃO DE FÓ NEPALES É MUITO CARACTERISTICA E DIVERSA DA DE OUTRAS CULTURAS ORIENTAIS. NO NEPAL ELE É CHAMADO LEÃO DAS NEVES E  TEM UM SENTIDO MUITO FORTE DE PROTEÇÃO, O RUGIDO DO LEÃO DA NEVE INCORPORA O SOM DE 'VAZIO', CORAGEM E VERDADE, E POR CAUSA DISSO É MUITAS VEZES UM SINÔNIMO DE BUDADHARMA , OS ENSINAMENTOS DE BUDA, POIS IMPLICA A LIBERDADE DO CARMA E O CHAMADO DESAFIADOR PARA DESPERTAR . ERA CONSIDERADO TÃO PODEROSO QUE APENAS UM ÚNICO RUGIDO PODERIA FAZER SETE DRAGÕES CAÍREM DO CÉU. SEU CORPO É METICULOSAMENTE TRABALHADO COM  JUBA ENCARACOLADA, E ASAS NO CORPO E NAS PERNAS, A BOCA ABERTA MOSTRA DENTES GRANDES E AFIADOS ASSIM COMO A LÍNGUA. O "CÃO FOO" É UM NOME OCIDENTAL PARA O CHINÊS "SHI SHI", O LEÃO GUARDIÃO, QUE DESDE A DINASTIA HAN PERMANECEU EM FORMA DE ESTÁTUA PROTEGENDO PALÁCIOS IMPERIAIS, TUMBAS, TEMPLOS E ESCRITÓRIOS GOVERNAMENTAIS. O CÃO FU É NA VERDADE UM LEÃO GUARDIÃO, UMA FIGURA PROTETORA ARQUITETÔNICA COMUM NA CHINA IMPERIAL QUE FOI ORIGINALMENTE TRAZIDA DA CULTURA INDIANA JUNTO COM O BUDISMO. OS CÃES DE FOO SÃO GERALMENTE APRESENTADOS EM PARES COMO  UM CASAL, O  MACHO TEM UMA ESFERA AOS SEUS PÉS E A FÊMEA É ACOMPANHADA DA CRIA NA MESMA POSIÇÃO QUE A ESFERA NOS PÉS DO MACHO. REPRESENTAM ASSIM O  HOMEM E A MULHER, BEM COMO O YIN E O YANG. SIMBOLICAMENTE, O MACHO PROTEGE O EXTERIOR E A FEMEA PROTEGE O INTERIOR DA HABITAÇÃO. NEPAL, 28 X 18 CM
  • HOTEI  LINDA ESCULTURA EM BRONZE REPRESENTANDO HOTEI, UM DOS SETE DEUSES DA BOA SORTE.  JAPÃO, PERÍODO MEIJI, SEC. XIX. 26 CM DE ALTURANOTA: Shichi Fukujin são sete deuses de boa sorte (fortuna e felicidade) no xintoísmo, mitologia japonesa e folclore japonês. Costumam ser representados em conjunto, na forma de estátuas, miniaturas ou gravuras, às vezes a bordo do takarabune (barco dos tesouros). Os japoneses consideram o sete um algarismo repleto de mistérios, da mesma forma que no Ocidente, onde temos os sete pecados capitais e as sete maravilhas do mundo. No budismo japonês, há a crença de que a alma precisa reencarnar sete vezes até alcançar a iluminação espiritual, e que sete semanas de lamentação devem ser seguidas depois de um falecimento. Há também o costume de comer no dia 7 de janeiro o mingau de arroz temperado com nanakusa, as sete ervas da primavera. Arranjos com as sete flores do outono homenageiam a entrada dessa estação. No idioma japonês arcaico, o ideograma que representava a felicidade era formado por três números sete. Hotei é o senhor da magnanimidade, da generosidade humana. Vive rindo, sempre de bom humor, e por isso mesmo, traz saúde e felicidade, pois está sempre satisfeito com o que tem. Dizem que Hotei tem recurso interior para todos que queiram atingir a serenidade completa e sabedoria búdica. Geralmente é representado com uma enorme barriga e roupa caindo pelos ombros. Seu abdômen avantajado não simboliza a gula, pelo contrário, é símbolo da satisfação. Hotei, conhecido como o "Buda gordo", é na verdade a representação de um monge chinês frequentemente encontrado em templos, restaurantes e amuletos. No folclore da China, ele acabou sendo associado a Maitreya. Para os japoneses, o "hara" (ventre) representa o coração e personalidade, portanto seu vasto "hara", representa grandiosidade de espírito. No Ocidente ele é muitas vezes erroneamente visto como uma representação do Buda Sidarta Gautama. Segundo a crença popular, apreciar uma pintura ou ter uma estatueta de Hotei espanta as preocupações.
  • CHRISTOFLE  PAR DE CASTIÇAIS EM METAL ESPESSURADO A PRATA. ELEGANTE FEITIO. EXCELENTE ESTADO DE CONSERVAÇÃO! FRANÇA, 15 CM DE ALTURA
  • CHRISTOFLE  PAR DE CASTIÇAIS EM METAL ESPESSURADO A PRATA. ELEGANTE FEITIO. EXCELENTE ESTADO DE CONSERVAÇÃO! FRANÇA, 15 CM DE ALTURA
  • BACCARAT   SOBERBA TAZZA PARA DOCES EM CRISTAL LAPIDAÇÃO HARCOURT DA MANUFATURA BACCARAT, CRIADO EM 1840 . PÉ SEXTAVADO E FUSTE EM BALAUSTRE. FRANÇA, SEC. XIX. 21 CM DE DIAMETRO
  • IMPÉRIO AUSTRO HUNGARO  LINDA CAIXA PARA AÇUCAR EM VIDRO ARTÍSTICO COM GUARNIÇÃO EM PRATA DE LEI CINDZELADA COM FLORES, RAMAGENS E BORBOLETA. O VIDRO É DECORADO COM LINDOS ESMALTES REPRESENTANDO  FLORES E BORBOLETAS  REALÇADAS EM OURO. BOHEMIA, SEC. XIX. 11 X 10 CM
  • IMPÉRIO AUSTRO HUNGARO  GOBLET EM VIDRO ASTISTICO NA TONALIDADE VERMELHA DECORADO COM RICA LAPIDAÇÃO REPRESENTANDO CERVO EM MEIO A VEGETAÇÃO. BOHEMIA, SEC. XIX. 11,5 X 9 CM
  • IMPÉRIO AUSTRO HUNGARO - GOLBLET MANUFATURA HARRACH, MODELO NOVO MUNDO,   CIRCA DE 1850 -  FORMIDÁVEL GOBLET EM CRISTAL DOUBLE AZUL DECORADO COM FIGURAS GEOMÉTRICAS. ROBUSTO, BONITO E EM ÓTIMAS CONDIÇOES. IMPERIO AUSTRO HUNGARO, MEADOS DO SEC. XIX. 13 X 10 CMNOTA: O desenvolvimento da fabricação de vidro no que hoje é a República Tcheca é corretamente considerado uma tradição de extraordinária importância, que se estende além da história do artesanato e tem impacto em áreas como tecnologia e história social.  A vidraria Harrach em Neuwelt, nas montanhas de Krkonoe. Desde o sec. XVIII  a vidraria Harrach desempenhou um papel progressivo e muitas vezes determinante em todas as fases da evolução da produção de vidro da Boêmia, desde seus primórdios barrocos, passando pelos estilos Biedermeier e Revival, até Art Nouveau, Decorativismo e as inovações da década de 1950, certo até os dias atuais.
  • IMPERIO AUSTRO HUNGARO  CONDESSA JOSEPHINE SCHAFFGOSTSCH (JOSEPHINENHÜTTE)  - BELA CLOUCHE A FROMAGE  EM VIDRO ARTÍSTICO LEITOSO E AZUL. REMATADA EM OURO. PEÇA BELÍSSIMA, PARA COLECIONADOR! BOHEMIA, SEC. XIX. 15 x  15 cm (INFIMA ESBEIÇADELA NA BORDA DO PRESENTOIR)NOTA:  A JOSEPHINENHÜTTE foi uma vidraria da Silésia nas montanhas Sudeten, fundada em 1842 pelo conde Leopold von Schaffgotsch e batizada em homenagem a sua amada esposa Josephine. O vidreiro Franz Pohl, chefe da Josephinenhütte, foi um criador talentoso e pioneiro artístico que ultrapassou os limites do que se pensava ser possível na fabricação de vidro na época. Assim, foram criados objetos de vidro de sofisticação técnica e beleza absoluta, que fizeram da Josephinenhütte uma das mais significativas vidrarias da Europa e do Novo Mundo.
  • IMPERIO AUSTRO HUNGARO  CONDESSA JOSEPHINE SCHAFFGOSTSCH (JOSEPHINENHÜTTE)  - BELA TAZZA EM VIDRO LEITOSO REMATADO EM OURO COM DECORAÇÃO EM DELICADOS ESMALTES AZUIS. PEÇA MUITO SEMELHANTE A ESSA FAZ PARTE DO ACERVO DO MUSEU DO VIDRO EM PASSAU! BOHEMIA, SEC. XIX. 15 x  15 cmNOTA:  A JOSEPHINENHÜTTE foi uma vidraria da Silésia nas montanhas Sudeten, fundada em 1842 pelo conde Leopold von Schaffgotsch e batizada em homenagem a sua amada esposa Josephine. O vidreiro Franz Pohl, chefe da Josephinenhütte, foi um criador talentoso e pioneiro artístico que ultrapassou os limites do que se pensava ser possível na fabricação de vidro na época. Assim, foram criados objetos de vidro de sofisticação técnica e beleza absoluta, que fizeram da Josephinenhütte uma das mais significativas vidrarias da Europa e do Novo Mundo.
  • IMPERIO AUSTRO HUNGARO  CONDESSA JOSEPHINE SCHAFFGOSTSCH (JOSEPHINENHÜTTE)  - RICO PUCARO EM VIDRO LEITOSO REMATADO EM OURO COM CRAVAÇÃO DE PEDRARIAS. PEÇA BELÍSSIMA, PARA COLECIONADOR!  BOHEMIA, SEC. XIX. 15 x  15 cmNOTA:  A JOSEPHINENHÜTTE  foi uma vidraria da Silésia nas montanhas Sudeten, fundada em 1842 pelo conde Leopold von Schaffgotsch e batizada em homenagem a sua amada esposa Josephine. O vidreiro Franz Pohl, chefe da Josephinenhütte, foi um criador talentoso e pioneiro artístico que ultrapassou os limites do que se pensava ser possível na fabricação de vidro na época. Assim, foram criados objetos de vidro de sofisticação técnica e beleza absoluta, que fizeram da Josephinenhütte uma das mais significativas vidrarias da Europa e do Novo Mundo.
  • RICO PAR DE FLOREIROS EM OPALINA DECORADO COM LINDOS ESMALTES COM EXUBERANTES PLANTAS E FLORES DE TULIPAS BRANCAS. ARREMATES EM OURO. EM EXCELENTE ESTADO DE CONSERVAÇÃO! FRANÇA, SEC. XIX. 25 CM DE ALTURA

441 Itens encontrados

Página: