Lote 48
Carregando...

Tipo:
Quadros

PALACETE MATARAZZO GIOVANNI DEBORDI SEC. XVIII - PANDORA SURPREENDIDA POR EPIMETEU APÓS ABRIR A CAIXA PRESENTEADA POR ZEUS OST ASSINADO GIOVANNI DEBORDI E DATADO DE 1790. 190 X 140 CM (COM A MOLDURA). MONUMENTAL OBRA EM OLEO SOBRE TELA DO BARROCO ITALIANO SETECENTISTA. A OBRA TEM GRANDE DIMENSÃO E PELA BELEZA PICTÓRICA JÁ É POR SI SÓ, UM VALIOSO PATRIMONIO DO BARROCO ITALIANO, MAS TEM UM SENTIDO HISTÓRICO IMENSO POR TER ADORNADO A CASA DO CONDE MATARAZZO, EM CUJAS SALAS, FEZ-SE A HISTÓRIA INDUSTRIAL E SOCIAL DO BRASIL. A CENA MOSTRA A HISTÓRIA DA MITOLOGIA GREGA SOBRE A CAIXA DE PANDORA. PERCEBE-SE EPIMETEU CONSTATANDO QUE A CAIXA FORA ABERTA, APARENTEMENTE EPIMETEU MOSTRA-SE SURPRESO E AS TESTEMUNHAS A VOLTA APONTAM PARA PANDORA RESPONSABILIZANDO-A PELO FEITO. A CENA CONTA COM PASTORES, MUITAS OVELHAS, CABRAS, DOIS BEBES BRINCANDO COM UMA CABRA, UM FLAUTISTA E UMA MÃE COM SUA FILHA. AO FUNDO LUXURIANTE VEGETAÇÃO E UMA CIDADE FORTIFICADA. SEGUNDO A MITOLOGIA EPIMETEU DOTOU OS HOMENS DA CAPACIDADE DE DOMESTICAR E CRIAR ANIMAIS, E DEU-LHES TALENTOS ARTISTICOS. EPIMETEU ERA IRMÃO DE PROMETEU QUE ROUBOU O FOGO DO OLIMPO E O DEU AOS HOMENS. PARA CASTIGAR OS HOMENS, Zeus ordenou que o Deus das Artes, Hefesto, fizesse uma mulher parecida com as deusas. ASSIM Hefesto lhe apresentou uma estátua linda. A deusa Atena lhe deu o sopro de vida, a deusa Afrodite lhe deu beleza, o deus Apolo lhe deu uma voz suave e Hermes lhe deu persuasão. Assim, a mulher recebeu o nome de Pandora (aquela que tem todos os dons). Pandora foi enviada para Epimeteu, que já tinha sido alertado por seu irmão PROMETEU a não aceitar nada dos deuses. ENTRETANTO EPIMETEU ficou encantado com a bela Pandora. Ela chegou trazendo uma caixa fechada, um presente de casamento para Epimeteu. O NOIVO pediu para Pandora nUNCA abrir A caixa, mas, tomada pela curiosidade, não resistiu. Ao abri-LA Pandora liberou todos os males que até hoje afligem a humanidade, como os desentendimentos, as guerras e as doenças. Ela ainda tentou fechar a caixa, mas só conseguiu prender a esperança QUE FICOU PRESA NO FUNDO DE UM VASO. É interessante perceber o motivo de a esperança estar presente entre os males trazidos por Pandora à Terra. Para algumas interpretações, a esperança está guardada e isso é bom. Diferente da leitura anterior, Friedrich Nietzsche (1844-1900) escreveu, emHumano, Demasiado Humano, que Zeus quis que os homens, por mais torturados que fossem pelos outros males, não rejeitassem a vida, mas continuassem a se deixar torturar EPara isso lhes deu a esperança: ela é na verdade o pior dos males, pois prolonga o suplício dos homens. NOTA: Símbolo da opulência de uma das famílias mais ricas do Brasil, a mansão dos Matarazzo começou a ser construída em 1896 pelo italiano Francesco Matarazzo, patriarca da família e fundador do império Indústrias Reunidas Matarazzo que produziam de cimento a óleos e biscoitos. Por 100 anos a mansão permaneceu incrustada no nº 1230 da Avenida Paulista esquina com a Alameda Pamplona. Um brasão esculpido em mármore travertino não deixava dúvida. Ele indicava que no terreno de 12 mil m² cercado por jardins ficava a residência dos Matarazzo. Com 4.400 m² de área construída, o imponente casarão contava com dezenove quartos, dezessete salas, três adegas, refeitórios, uma cozinha com azulejos que iam até o teto e uma biblioteca repleta de livros raros. A decoração era composta por móveis venezianos, portas florentinas, mesas chinesas, pratarias e porcelanas de diversas procedências e quadros valiosíssimos de Rubens, Brueghel, Canaletto dentre outros. Esse conjunto foi cenário de festas grandiosas frequentada pela alta sociedade paulistana. Famoso, assim como a família que o construíra, o casarão foi um ponto turístico até a data de sua demolição. Nas histórias sobre o local, conta-se que oconde Francesco Matarazzo, que foi um dos homens mais ricos do mundo, costumava passear pela calçada em frente da propriedade depois do trabalho, e que simpaticamente cumprimentava os transeuntes. (https://acervo.estadao.com.br/noticias/acervo,era-uma-vez-em-sp-mansao-dos-matarazzo,11299,0.htm)

Peça

Visitas: 477

Tipo: Quadros

PALACETE MATARAZZO GIOVANNI DEBORDI SEC. XVIII - PANDORA SURPREENDIDA POR EPIMETEU APÓS ABRIR A CAIXA PRESENTEADA POR ZEUS OST ASSINADO GIOVANNI DEBORDI E DATADO DE 1790. 190 X 140 CM (COM A MOLDURA). MONUMENTAL OBRA EM OLEO SOBRE TELA DO BARROCO ITALIANO SETECENTISTA. A OBRA TEM GRANDE DIMENSÃO E PELA BELEZA PICTÓRICA JÁ É POR SI SÓ, UM VALIOSO PATRIMONIO DO BARROCO ITALIANO, MAS TEM UM SENTIDO HISTÓRICO IMENSO POR TER ADORNADO A CASA DO CONDE MATARAZZO, EM CUJAS SALAS, FEZ-SE A HISTÓRIA INDUSTRIAL E SOCIAL DO BRASIL. A CENA MOSTRA A HISTÓRIA DA MITOLOGIA GREGA SOBRE A CAIXA DE PANDORA. PERCEBE-SE EPIMETEU CONSTATANDO QUE A CAIXA FORA ABERTA, APARENTEMENTE EPIMETEU MOSTRA-SE SURPRESO E AS TESTEMUNHAS A VOLTA APONTAM PARA PANDORA RESPONSABILIZANDO-A PELO FEITO. A CENA CONTA COM PASTORES, MUITAS OVELHAS, CABRAS, DOIS BEBES BRINCANDO COM UMA CABRA, UM FLAUTISTA E UMA MÃE COM SUA FILHA. AO FUNDO LUXURIANTE VEGETAÇÃO E UMA CIDADE FORTIFICADA. SEGUNDO A MITOLOGIA EPIMETEU DOTOU OS HOMENS DA CAPACIDADE DE DOMESTICAR E CRIAR ANIMAIS, E DEU-LHES TALENTOS ARTISTICOS. EPIMETEU ERA IRMÃO DE PROMETEU QUE ROUBOU O FOGO DO OLIMPO E O DEU AOS HOMENS. PARA CASTIGAR OS HOMENS, Zeus ordenou que o Deus das Artes, Hefesto, fizesse uma mulher parecida com as deusas. ASSIM Hefesto lhe apresentou uma estátua linda. A deusa Atena lhe deu o sopro de vida, a deusa Afrodite lhe deu beleza, o deus Apolo lhe deu uma voz suave e Hermes lhe deu persuasão. Assim, a mulher recebeu o nome de Pandora (aquela que tem todos os dons). Pandora foi enviada para Epimeteu, que já tinha sido alertado por seu irmão PROMETEU a não aceitar nada dos deuses. ENTRETANTO EPIMETEU ficou encantado com a bela Pandora. Ela chegou trazendo uma caixa fechada, um presente de casamento para Epimeteu. O NOIVO pediu para Pandora nUNCA abrir A caixa, mas, tomada pela curiosidade, não resistiu. Ao abri-LA Pandora liberou todos os males que até hoje afligem a humanidade, como os desentendimentos, as guerras e as doenças. Ela ainda tentou fechar a caixa, mas só conseguiu prender a esperança QUE FICOU PRESA NO FUNDO DE UM VASO. É interessante perceber o motivo de a esperança estar presente entre os males trazidos por Pandora à Terra. Para algumas interpretações, a esperança está guardada e isso é bom. Diferente da leitura anterior, Friedrich Nietzsche (1844-1900) escreveu, emHumano, Demasiado Humano, que Zeus quis que os homens, por mais torturados que fossem pelos outros males, não rejeitassem a vida, mas continuassem a se deixar torturar EPara isso lhes deu a esperança: ela é na verdade o pior dos males, pois prolonga o suplício dos homens. NOTA: Símbolo da opulência de uma das famílias mais ricas do Brasil, a mansão dos Matarazzo começou a ser construída em 1896 pelo italiano Francesco Matarazzo, patriarca da família e fundador do império Indústrias Reunidas Matarazzo que produziam de cimento a óleos e biscoitos. Por 100 anos a mansão permaneceu incrustada no nº 1230 da Avenida Paulista esquina com a Alameda Pamplona. Um brasão esculpido em mármore travertino não deixava dúvida. Ele indicava que no terreno de 12 mil m² cercado por jardins ficava a residência dos Matarazzo. Com 4.400 m² de área construída, o imponente casarão contava com dezenove quartos, dezessete salas, três adegas, refeitórios, uma cozinha com azulejos que iam até o teto e uma biblioteca repleta de livros raros. A decoração era composta por móveis venezianos, portas florentinas, mesas chinesas, pratarias e porcelanas de diversas procedências e quadros valiosíssimos de Rubens, Brueghel, Canaletto dentre outros. Esse conjunto foi cenário de festas grandiosas frequentada pela alta sociedade paulistana. Famoso, assim como a família que o construíra, o casarão foi um ponto turístico até a data de sua demolição. Nas histórias sobre o local, conta-se que oconde Francesco Matarazzo, que foi um dos homens mais ricos do mundo, costumava passear pela calçada em frente da propriedade depois do trabalho, e que simpaticamente cumprimentava os transeuntes. (https://acervo.estadao.com.br/noticias/acervo,era-uma-vez-em-sp-mansao-dos-matarazzo,11299,0.htm)

Vídeo

Informações

Lance

    • 65 lance(s)

    • R$ 41,500.00

  • Lote Vendido
Termos e Condições
Condições de Pagamento
Frete e Envio
  • TERMOS E CONDIÇÕES

    1ª. As peças que compõem o presente LEILÃO, foram cuidadosamente examinadas pelos organizadores que, solidários com os proprietários das mesmas, se responsabilizam por suas descrições.

    2ª. Em caso eventual de engano na autenticidade de peças, comprovado por peritos idôneos, e mediante laudo assinado, ficará desfeita a venda, desde que a reclamação seja feita em até 5 dias após o término do leilão. Findo o prazo, não será mais admitidas quaisquer reclamação, considerando-se definitiva a venda.

    3ª. As peças estrangeiras serão sempre vendidas como Atribuídas.

    4ª. O Leiloeiro não é proprietário dos lotes, mas o faz em nome de terceiros, que são responsáveis pela licitude e desembaraço dos mesmos.

    5ª. Elaborou-se com esmero o catálogo, cujos lotes se acham descritos de modo objetivo. As peças serão vendidas NO ESTADO em que foram recebidas e expostas. Descrição de estado ou vícios decorrentes do uso será descrito dentro do possível, mas sem obrigação. Pelo que se solicita aos interessados ou seus peritos, prévio e detalhado exame até o dia do pregão. Depois da venda realizada não serão aceitas reclamações quanto ao estado das mesmas nem servirá de alegação para descumprir compromisso firmado.

    6ª. Os leilões obedecem rigorosamente à ordem do catalogo.

    7ª. Ofertas por escrito podem ser feitas antes dos leilões, ou autorizar a lançar em seu nome; o que será feito por funcionário autorizado.

    8ª. Os Organizadores colocarão a título de CORTESIA, de forma gratuita e confidencial, serviço de arrematação pelo telefone e Internet, sem que isto o obrigue legalmente perante falhas de terceiros.

    8.1. LANCES PELA INTERNET: O arrematante poderá efetuar lances automáticos, de tal maneira que, se outro arrematante cobrir sua oferta, o sistema automaticamente gerará um novo lance para aquele arrematante, acrescido do incremento mínimo, até o limite máximo estabelecido pelo arrematante. Os lances automáticos ficarão registrados no sistema com a data em que forem feitos. Os lances ofertados são IRREVOGÁVEIS e IRRETRATÁVEIS. O arrematante é responsável por todos os lances feitos em seu nome, pelo que os lances não podem ser anulados e/ou cancelados em nenhuma hipótese.

    8.2. Em caso de empate entre arrematantes que efetivaram lances no mesmo lote e de mesmo valor, prevalecerá vencedor aquele que lançou primeiro (data e hora do registro do lance no site), devendo ser considerado inclusive que o lance automático fica registrado na data em que foi feito. Para desempate, o lance automático prevalecerá sobre o lance manual.

    9ª. O Organizador se reserva o direito de não aceitar lances de licitante com obrigações pendentes.

    10ª. Adquiridas as peças e assinado pelo arrematante o compromisso de compra, NÃO MAIS SERÃO ADMITIDAS DESISTÊNCIAS sob qualquer alegação.

    11ª. O arremate será sempre em moeda nacional. A progressão dos lances, nunca inferior a 5% do anterior, e sempre em múltiplo de dez. Outro procedimento será sempre por licença do Leiloeiro; o que não cria novação.

    12ª. Em caso de litígio prevalece a palavra do Leiloeiro.

    13ª. As peças adquiridas deverão ser pagas e retiradas IMPRETERIVELMENTE em até 48 horas após o término do leilão, e serão acrescidas da comissão do Leiloeiro, (5%). Não sendo obedecido o prazo previsto, o Leiloeiro poderá dar por desfeita a venda e, por via de EXECUÇÃO JUDICIAL, cobrar sua comissão e a dos organizadores.

    14ª. As despesas com as remessas dos lotes adquiridos, caso estes não possam ser retirados, serão de inteira responsabilidade dos arrematantes. O cálculo de frete, serviços de embalagem e despacho das mercadorias deverão ser considerados como Cortesia e serão efetuados pelas Galerias e/ou Organizadores mediante prévia indicação da empresa responsável pelo transporte e respectivo pagamento dos custos de envio.

    15ª. Qualquer litígio referente ao presente leilão está subordinado à legislação brasileira e a jurisdição dos tribunais da cidade de Campinas - SP. Os casos omissos regem-se pela legislação pertinente, e em especial pelo Decreto 21.981, de 19 de outubro de 1932, Capítulo III, Arts. 19 a 43, com as alterações introduzidas pelo Decreto 22.427., de 1º. de fevereiro de 1933.

  • CONDIÇÕES DE PAGAMENTO

    A vista com acréscimo da taxa do leiloeiro de 5%.
    Através de depósito ou transferência bancária em conta a ser enviada por e-mail após o último dia do leilão.
    Não aceitamos cartões de crédito ou débito.
    O pagamento deverá ser efetuado até 72 horas após o término do leilão sob risco da venda ser desfeita.

  • FRETE E ENVIO

    As despesas com retirada e remessa dos lotes, são de responsabilidade dos arrematantes. Veja nas Condições de Venda do Leilão.
    Despachamos para todos os estados. A titulo de cortesia a casa poderá embrulhar as peças arrematadas e providenciar transportadora adequada