Lote 256
Carregando...

Tipo:
Bronze

KANNON KÕSHÕKOSHÕ (AVALOKITESVARA) PERIODO EDO, ANO DE 1831. PRECISOSA ESCULTURA EM BRONZE FUNDIDO REPRESENTANDO, DEUSA DA MISERICÓRDIA, KANNON KÕSHÕKOSHÕ (AVALOKITESVARA). A DEUSA É APRESENTADA COM PÉS DESCALÇOS, COM A MÃO DIREITA LEVANTADA NO VITARKA-MUDRA E A ESQUERDA ESTENDIDA NO VARADA-MUDRA. DENOTAM-SE OS RESQUÍCIOS DE DOURAÇÃO EM OURO. O PENTEADO ELABORADO E FINAMENTE GRAVADO É MANTIDO POR TRANÇAS CINGINDO COROA COM FLOR DE LOTUS. O ROSTO É FINAMENTE EXECUTADO COM UMA EXPRESSÃO SERENA, OLHOS LONGOS E ONDULADOS, NARIZ ACHATADO E LÁBIOS FRANZIDOS. OS LÓBULOS DAS ORELHAS SÃO LONGOS. O COLO É ADORNADO POR UM COLAR LARGO E DECORADO. OS PULSOS SÃO COBERTOS PELO MANTO DEIXANDO A MOSTRA APENAS AS MÃOS COM SEUS GESTUAIS DE MUDRA. AS VESTES ADEREM AO CORPO E FORMAM UM PADRÃO DE DOBRAS HORIZONTAIS NAS PERNAS. NAS COSTAS MUITAS INSCRIÇÕES SÃO APRESENTADAS NO TERÇO INFERIOR DA ESCULTURA. AS INCRIÇÕES TRADUZIDAS TRAZEM AS SEGUINTES INFORMAÇÕES: DEWA PROVINCIA MINAMI SAGAE NO SHO, TAKAMATSU-KYO. DOAÇÃO ESTÁTUA DE KANNON (AVALOKITESVARA) KÕSHÕKOSHÕ. SER NOBRE É ORAR CERTO COM O SENTIMENTO DO BENEFICIO DE TODOS OS SERES DO UNIVERSO. POR ABE SEIGYO (MASAYUKI) ÚLTIMO DESCENDENTE DA DECIMA SEGUNDA GERACAO DO VELHO MESTRE SEIMEI. 05 DE AGOSTO DO 2.0 ANO TE TEMPÔ (1831). ABENO SEIMEI REFERIDO COMO DESCENDENTE DIRETO DO DOADOR DA ESCULTURA FICOU CONHECIDO COMO MESTRE DO YIN YANG. ELE VIVEU NA EPOCA HEIAM (794-1192)O MESTRE SEIMEI FOI UM DOS MAIS CONHECIDOS MESTRES EM YIN YANG EM TODA MILENAR HISTÓRIA JAPONESA. SUA HISTÓRIA É DIFUNDIDA ATÉ HOJE SOB A FORMA DE TEXTOS LITERÁRIOS, FILMES, ANIMÊS, MANGÁS OU MESMO JOGOS ELETRÔNICOS. ABENO SEIMEI FOI CHEFE DA SEÇÃO DE COZINHA DO PALÁCIO. SEUS FILHOS YOSHIHIRA E YOSHIMASA FORAM TAMBÉM DOUTORES DE ASTROLOGIA E RENOMADOS MESTRES DO YIN YANG. SEIMEI EXERCEU VÁRIOS CARGOS COMO CHEFE DA SEÇÃO DE COZINHA DO PALÁCIO COMO SEU PAI VICE-CHEFE TEMPORÁRIO DA CAPITAL-ESQUERDA {SAKYÔGONDAIBU), CHEFE DO KOKUSÔIN (ARMAZÉM IMPERIAL), ENTRE OUTROS.CONSTA EM DAI NIHON SHIRYÔ (DOCUMENTOS HISTÓRICOS DO GRANDE JAPÃO) QUE SEIMEI TERIA NASCIDO EM SANUKI, ATUAL PROVÍNCIA DE KAGAWA. DEFRONTE AO SANTUÁRIO ABENO SEIMEI JINJAEM OSAKA, EXISTE UMA TABULETA COM A INSCRIÇÃO: TRANSMITIDO COMO LOCAL DE NASCIMENTO DE ABENO SEIMEI. EM TSUCHIMIKADOKE KÍROKU (REGISTROS DA FAMÍLIA TSUCHIMIKADO)HÁ O REGISTRO DE QUE ELE TERIA FALECIDO NO VIGÉSIMO SEXTO DIA, DO NONO MÊSDO SEGUNDO ANO DA ERA KANKÔ (1005). POR OUTRO LADO, CONFORME A ÁRVORE GENEALÓGICA DA FAMÍLIA ABE ENCONTRADA EM SONPI BUNMYAKU OU GUNSHO RUIJÂ ELE TERIA FALECIDO AOS 85 ANOS, DONDE SE PRESUME QUE SEU NASCIMENTO TENHA OCORRIDO EM 921.SOBRE SUA INFÂNCIA E INGRESSO NO CAMINHO DO YIN YANG NÃO HÁ OUTRA FONTE SENÃO AS OBRAS LITERÁRIAS. ESTÁ ASSENTE SOBRE BASE EM MÁRMORE POSTERIOR A DA EXECUÇÃO DA ESCULTURA POIS A BASE ORIGINAL CERTAMENTE SE PERDEU. JAPÃO, 1831, 91 CM DE ALTURA (SEM CONSIDERAR A ALTURA DA BASE)NOTA: Os mestres do YIN YANG faziam parte do quadro de funcionários do Palácio Imperial e possuíam grande prestígio. As cerimônias e os eventos oficiais, as contruções e as reformas do palácio e dos prédios públicos e até mesmo as orientações da vida cotidiana como curar enfermidades ou cortas as unhas seguiam as regras ou previsões estabelecidas pelos grandes mestres. A vida de Abeno Seimei e seus prodígios junto a corte de Heian estão descritos no Konjaku Monogatarish (COLETANEA DE NARRATIVAS DO AGORA É PASSADO). Esses escritos datam do sec. XII e são distribuídos em 31 tomos com mais de mil narrativas de cunho budista e secular denominadas setsuwa. As narrativas de cunho budista relatam a origem ou a difusão do budismo, aspectos de sua doutrina e narrativas que se referem as retribuições cármicas. No século XIIquando Konjaku Monogatarishü foi compilado, a capital Heiankyô encontrava-se decadente e a nobreza de Heian, que por cerca de quatro séculos detivera o poder econômico e político do país, sucumbia frente ao poderio da nova classe dos guerreiros. O mundo retratado em Konjaku Monogatarishü surge como um complemento ao mundo enfocado nas narrativas centradas no esplendor da corte de Heian no seu período áureo, revelando-se amplo e variado, atingindo os mundos terreno, celestial, sobrenatural, profano ou sagrado. Onmyôdô (ou On yodo), literalmente Caminho do Yin Yangoriginou-se na antiga Chinadurante a dinastia Zhou (aproximadamente 1000 a.C 256) e alcançou o Japão através da península coreana. Baseado na interação da teoria do Yin Yang {in yô) e dos cinco elementos (gogyô, ou seja, madeira/yang, fogo/yangterra/yin, metal/yin e água/yin)e nas observações dos astros não só explica os universos e seus movimentos, mas permite ainda elaborar o calendário, prever os eclipsesobservar os ciclos dos planetas e dos corpos celestesreais ou imaginários, e definir os dias fastos e nefastos, as direções propícias ou impróprias, a fim de colocar as atividades do homem em harmonia com o cosmos e as forças que os governam. O registro mais antigo sobre a introdução do Onmyôdô no Japão é encontrado em Nihonshoki (Registros do Japão), crônica histórica compilada em 720, que relata a chegada dos Doutores nos Cinco Clássicos de Baekje (atual Coreia), . Os Cinco Clássicos referem-se aos textos clássicos chineses relativos ao confuncionismo. Com a estabilização do governo central e o estabelecimento do sistema de códigos, ioi criada a Seção de Yin Yang no Departamento dos Assuntos da Corte Nakatsukasashô ficando responsávelentre outras tarefaspela elaboração do calendario de cada ano, fixação das datas e horários dos eventos da Corte, adivinhação e interpretação dos fenômenos naturais. Além do corpo administrativo dirigido pelo chefe e seu assistentea Secretaria de Yin Yang contava com um quadro de especialistas: Mestre do Yin Yang (onmyôjí), Doutor em Yin Yang (onmyô hakasé) Doutor em Calendário Doutor em Astrologia, (tenmon hakasé) e Doutor em Clepsidra. No século XIIquando Konjaku Monogatarishü foi compilado, a capital Heiankyô encontrava-se decadente e a nobreza de Heian, que por cerca de quatro séculos detivera o poder econômico e político do país, sucumbia frente ao poderio da nova classe dos guerreiros. O mundo retratado em Konjaku Monogatarishü surge como um complemento ao mundo enfocado nas narrativas centradas no esplendor da corte de Heian no seu período áureo, revelando-se amplo e variado, atingindo os mundos terreno, celestial, sobrenatural, profano ou sagrado. Onmyôdô (ou On yodo), literalmente Caminho do Yin Yangoriginou-se na antiga Chinadurante a dinastia Zhou (aproximadamente 1000 a.C 256) e alcançou o Japão através da península coreana. Baseado na interação da teoria do Yin Yang {in yô) e dos cinco elementos (gogyô, ou seja, madeira/yang, fogo/yangterra/yin, metal/yin e água/yin)e nas observações dos astros não só explica os universos e seus movimentos, mas permite ainda elaborar o calendário, prever os eclipsesobservar os ciclos dos planetas e dos corpos celestesreais ou imaginários, e definir os dias fastos e nefastos, as direções propícias ou impróprias, a fim de colocar as atividades do homem em harmonia com o cosmos e as forças que os governam. O registro mais antigo sobre a introdução do Onmyôdô no Japão é encontrado em Nihonshoki (Registros do Japão), crônica histórica compilada em 720, que relata a chegada dos Doutores nos Cinco Clássicos de Baekje (atual Coreia), . Os Cinco Clássicos referem-se aos textos clássicos chineses relativos ao confuncionismo. Com a estabilização do governo central e o estabelecimento do sistema de códigos, ioi criada a Seção de Yin Yang no Departamento dos Assuntos da Corte Nakatsukasashô ficando responsávelentre outras tarefaspela elaboração do calendario de cada ano, fixação das datas e horários dos eventos da Corte, adivinhação e interpretação dos fenômenos naturais. Além do corpo administrativo dirigido pelo chefe e seu assistentea Secretaria de Yin Yang contava com um quadro de especialistas: Mestre do Yin Yang (onmyôjí), Doutor em Yin Yang (onmyô hakasé) Doutor em Calendário Doutor em Astrologia, (tenmon hakasé) e Doutor em Clepsidra. No início da época Heianespecialmente nos reinados dos imperadores Hei- zei (reinado de 806 - 809)Saga (809 - 823) e Junna (823 - 833) voltados para o racionalismo confücionistao Onmyôdô sofreu uma restrição. Entretanto, a partir do reinado do imperador Ninmyô (833 - 850), os Fujiwara que se estabeleceram no poder através da relação de parentesco exterior passaram a introduzir ativamente o Onmyôdô nos eventos da Cor e, desenvolvendo ainda mais seus estudose proporcionando o surgimento de eminentes especialistas em Yin Yang. Assim, na segunda metade da época Heian, o Onm alcançou imenso prestígio como atividade oficial da Corte, servindo de guia para as cerimônias da Corte, os assuntos políticos, os eventos anuais, a adivinhação/profecia, as técnicas medicinais ou a agricultura. E a influência dos omnyójp que se tomaram funcionários públicos após o estabelecimento do Onmyôryô como órgão governamental, não se restringia à esfera pública, mas incidia também sobre a vida pessoal do imperador e dos nobres, devido principalmente à capacidade de profecia e adivinhação que podiam evitar desgraças iminentes ou até mesmo a cura de doenças. Na narrativa 16 do Konjaku Monogatarishü é relatado como Abeno Seimei tornar-se aprendiz de Tadayuki e recebeu e receber os ensinamentos sobre o Yin Yang.

Peça

Visitas: 409

Tipo: Bronze

KANNON KÕSHÕKOSHÕ (AVALOKITESVARA) PERIODO EDO, ANO DE 1831. PRECISOSA ESCULTURA EM BRONZE FUNDIDO REPRESENTANDO, DEUSA DA MISERICÓRDIA, KANNON KÕSHÕKOSHÕ (AVALOKITESVARA). A DEUSA É APRESENTADA COM PÉS DESCALÇOS, COM A MÃO DIREITA LEVANTADA NO VITARKA-MUDRA E A ESQUERDA ESTENDIDA NO VARADA-MUDRA. DENOTAM-SE OS RESQUÍCIOS DE DOURAÇÃO EM OURO. O PENTEADO ELABORADO E FINAMENTE GRAVADO É MANTIDO POR TRANÇAS CINGINDO COROA COM FLOR DE LOTUS. O ROSTO É FINAMENTE EXECUTADO COM UMA EXPRESSÃO SERENA, OLHOS LONGOS E ONDULADOS, NARIZ ACHATADO E LÁBIOS FRANZIDOS. OS LÓBULOS DAS ORELHAS SÃO LONGOS. O COLO É ADORNADO POR UM COLAR LARGO E DECORADO. OS PULSOS SÃO COBERTOS PELO MANTO DEIXANDO A MOSTRA APENAS AS MÃOS COM SEUS GESTUAIS DE MUDRA. AS VESTES ADEREM AO CORPO E FORMAM UM PADRÃO DE DOBRAS HORIZONTAIS NAS PERNAS. NAS COSTAS MUITAS INSCRIÇÕES SÃO APRESENTADAS NO TERÇO INFERIOR DA ESCULTURA. AS INCRIÇÕES TRADUZIDAS TRAZEM AS SEGUINTES INFORMAÇÕES: DEWA PROVINCIA MINAMI SAGAE NO SHO, TAKAMATSU-KYO. DOAÇÃO ESTÁTUA DE KANNON (AVALOKITESVARA) KÕSHÕKOSHÕ. SER NOBRE É ORAR CERTO COM O SENTIMENTO DO BENEFICIO DE TODOS OS SERES DO UNIVERSO. POR ABE SEIGYO (MASAYUKI) ÚLTIMO DESCENDENTE DA DECIMA SEGUNDA GERACAO DO VELHO MESTRE SEIMEI. 05 DE AGOSTO DO 2.0 ANO TE TEMPÔ (1831). ABENO SEIMEI REFERIDO COMO DESCENDENTE DIRETO DO DOADOR DA ESCULTURA FICOU CONHECIDO COMO MESTRE DO YIN YANG. ELE VIVEU NA EPOCA HEIAM (794-1192)O MESTRE SEIMEI FOI UM DOS MAIS CONHECIDOS MESTRES EM YIN YANG EM TODA MILENAR HISTÓRIA JAPONESA. SUA HISTÓRIA É DIFUNDIDA ATÉ HOJE SOB A FORMA DE TEXTOS LITERÁRIOS, FILMES, ANIMÊS, MANGÁS OU MESMO JOGOS ELETRÔNICOS. ABENO SEIMEI FOI CHEFE DA SEÇÃO DE COZINHA DO PALÁCIO. SEUS FILHOS YOSHIHIRA E YOSHIMASA FORAM TAMBÉM DOUTORES DE ASTROLOGIA E RENOMADOS MESTRES DO YIN YANG. SEIMEI EXERCEU VÁRIOS CARGOS COMO CHEFE DA SEÇÃO DE COZINHA DO PALÁCIO COMO SEU PAI VICE-CHEFE TEMPORÁRIO DA CAPITAL-ESQUERDA {SAKYÔGONDAIBU), CHEFE DO KOKUSÔIN (ARMAZÉM IMPERIAL), ENTRE OUTROS.CONSTA EM DAI NIHON SHIRYÔ (DOCUMENTOS HISTÓRICOS DO GRANDE JAPÃO) QUE SEIMEI TERIA NASCIDO EM SANUKI, ATUAL PROVÍNCIA DE KAGAWA. DEFRONTE AO SANTUÁRIO ABENO SEIMEI JINJAEM OSAKA, EXISTE UMA TABULETA COM A INSCRIÇÃO: TRANSMITIDO COMO LOCAL DE NASCIMENTO DE ABENO SEIMEI. EM TSUCHIMIKADOKE KÍROKU (REGISTROS DA FAMÍLIA TSUCHIMIKADO)HÁ O REGISTRO DE QUE ELE TERIA FALECIDO NO VIGÉSIMO SEXTO DIA, DO NONO MÊSDO SEGUNDO ANO DA ERA KANKÔ (1005). POR OUTRO LADO, CONFORME A ÁRVORE GENEALÓGICA DA FAMÍLIA ABE ENCONTRADA EM SONPI BUNMYAKU OU GUNSHO RUIJÂ ELE TERIA FALECIDO AOS 85 ANOS, DONDE SE PRESUME QUE SEU NASCIMENTO TENHA OCORRIDO EM 921.SOBRE SUA INFÂNCIA E INGRESSO NO CAMINHO DO YIN YANG NÃO HÁ OUTRA FONTE SENÃO AS OBRAS LITERÁRIAS. ESTÁ ASSENTE SOBRE BASE EM MÁRMORE POSTERIOR A DA EXECUÇÃO DA ESCULTURA POIS A BASE ORIGINAL CERTAMENTE SE PERDEU. JAPÃO, 1831, 91 CM DE ALTURA (SEM CONSIDERAR A ALTURA DA BASE)NOTA: Os mestres do YIN YANG faziam parte do quadro de funcionários do Palácio Imperial e possuíam grande prestígio. As cerimônias e os eventos oficiais, as contruções e as reformas do palácio e dos prédios públicos e até mesmo as orientações da vida cotidiana como curar enfermidades ou cortas as unhas seguiam as regras ou previsões estabelecidas pelos grandes mestres. A vida de Abeno Seimei e seus prodígios junto a corte de Heian estão descritos no Konjaku Monogatarish (COLETANEA DE NARRATIVAS DO AGORA É PASSADO). Esses escritos datam do sec. XII e são distribuídos em 31 tomos com mais de mil narrativas de cunho budista e secular denominadas setsuwa. As narrativas de cunho budista relatam a origem ou a difusão do budismo, aspectos de sua doutrina e narrativas que se referem as retribuições cármicas. No século XIIquando Konjaku Monogatarishü foi compilado, a capital Heiankyô encontrava-se decadente e a nobreza de Heian, que por cerca de quatro séculos detivera o poder econômico e político do país, sucumbia frente ao poderio da nova classe dos guerreiros. O mundo retratado em Konjaku Monogatarishü surge como um complemento ao mundo enfocado nas narrativas centradas no esplendor da corte de Heian no seu período áureo, revelando-se amplo e variado, atingindo os mundos terreno, celestial, sobrenatural, profano ou sagrado. Onmyôdô (ou On yodo), literalmente Caminho do Yin Yangoriginou-se na antiga Chinadurante a dinastia Zhou (aproximadamente 1000 a.C 256) e alcançou o Japão através da península coreana. Baseado na interação da teoria do Yin Yang {in yô) e dos cinco elementos (gogyô, ou seja, madeira/yang, fogo/yangterra/yin, metal/yin e água/yin)e nas observações dos astros não só explica os universos e seus movimentos, mas permite ainda elaborar o calendário, prever os eclipsesobservar os ciclos dos planetas e dos corpos celestesreais ou imaginários, e definir os dias fastos e nefastos, as direções propícias ou impróprias, a fim de colocar as atividades do homem em harmonia com o cosmos e as forças que os governam. O registro mais antigo sobre a introdução do Onmyôdô no Japão é encontrado em Nihonshoki (Registros do Japão), crônica histórica compilada em 720, que relata a chegada dos Doutores nos Cinco Clássicos de Baekje (atual Coreia), . Os Cinco Clássicos referem-se aos textos clássicos chineses relativos ao confuncionismo. Com a estabilização do governo central e o estabelecimento do sistema de códigos, ioi criada a Seção de Yin Yang no Departamento dos Assuntos da Corte Nakatsukasashô ficando responsávelentre outras tarefaspela elaboração do calendario de cada ano, fixação das datas e horários dos eventos da Corte, adivinhação e interpretação dos fenômenos naturais. Além do corpo administrativo dirigido pelo chefe e seu assistentea Secretaria de Yin Yang contava com um quadro de especialistas: Mestre do Yin Yang (onmyôjí), Doutor em Yin Yang (onmyô hakasé) Doutor em Calendário Doutor em Astrologia, (tenmon hakasé) e Doutor em Clepsidra. No século XIIquando Konjaku Monogatarishü foi compilado, a capital Heiankyô encontrava-se decadente e a nobreza de Heian, que por cerca de quatro séculos detivera o poder econômico e político do país, sucumbia frente ao poderio da nova classe dos guerreiros. O mundo retratado em Konjaku Monogatarishü surge como um complemento ao mundo enfocado nas narrativas centradas no esplendor da corte de Heian no seu período áureo, revelando-se amplo e variado, atingindo os mundos terreno, celestial, sobrenatural, profano ou sagrado. Onmyôdô (ou On yodo), literalmente Caminho do Yin Yangoriginou-se na antiga Chinadurante a dinastia Zhou (aproximadamente 1000 a.C 256) e alcançou o Japão através da península coreana. Baseado na interação da teoria do Yin Yang {in yô) e dos cinco elementos (gogyô, ou seja, madeira/yang, fogo/yangterra/yin, metal/yin e água/yin)e nas observações dos astros não só explica os universos e seus movimentos, mas permite ainda elaborar o calendário, prever os eclipsesobservar os ciclos dos planetas e dos corpos celestesreais ou imaginários, e definir os dias fastos e nefastos, as direções propícias ou impróprias, a fim de colocar as atividades do homem em harmonia com o cosmos e as forças que os governam. O registro mais antigo sobre a introdução do Onmyôdô no Japão é encontrado em Nihonshoki (Registros do Japão), crônica histórica compilada em 720, que relata a chegada dos Doutores nos Cinco Clássicos de Baekje (atual Coreia), . Os Cinco Clássicos referem-se aos textos clássicos chineses relativos ao confuncionismo. Com a estabilização do governo central e o estabelecimento do sistema de códigos, ioi criada a Seção de Yin Yang no Departamento dos Assuntos da Corte Nakatsukasashô ficando responsávelentre outras tarefaspela elaboração do calendario de cada ano, fixação das datas e horários dos eventos da Corte, adivinhação e interpretação dos fenômenos naturais. Além do corpo administrativo dirigido pelo chefe e seu assistentea Secretaria de Yin Yang contava com um quadro de especialistas: Mestre do Yin Yang (onmyôjí), Doutor em Yin Yang (onmyô hakasé) Doutor em Calendário Doutor em Astrologia, (tenmon hakasé) e Doutor em Clepsidra. No início da época Heianespecialmente nos reinados dos imperadores Hei- zei (reinado de 806 - 809)Saga (809 - 823) e Junna (823 - 833) voltados para o racionalismo confücionistao Onmyôdô sofreu uma restrição. Entretanto, a partir do reinado do imperador Ninmyô (833 - 850), os Fujiwara que se estabeleceram no poder através da relação de parentesco exterior passaram a introduzir ativamente o Onmyôdô nos eventos da Cor e, desenvolvendo ainda mais seus estudose proporcionando o surgimento de eminentes especialistas em Yin Yang. Assim, na segunda metade da época Heian, o Onm alcançou imenso prestígio como atividade oficial da Corte, servindo de guia para as cerimônias da Corte, os assuntos políticos, os eventos anuais, a adivinhação/profecia, as técnicas medicinais ou a agricultura. E a influência dos omnyójp que se tomaram funcionários públicos após o estabelecimento do Onmyôryô como órgão governamental, não se restringia à esfera pública, mas incidia também sobre a vida pessoal do imperador e dos nobres, devido principalmente à capacidade de profecia e adivinhação que podiam evitar desgraças iminentes ou até mesmo a cura de doenças. Na narrativa 16 do Konjaku Monogatarishü é relatado como Abeno Seimei tornar-se aprendiz de Tadayuki e recebeu e receber os ensinamentos sobre o Yin Yang.

Vídeo

Informações

Lance

    • 0 lance(s)

    • R$ 48,000.00

    • R$ ,00

Termos e Condições
Condições de Pagamento
Frete e Envio
  • TERMOS E CONDIÇÕES

    1ª. As peças que compõem o presente LEILÃO, foram cuidadosamente examinadas pelos organizadores que, solidários com os proprietários das mesmas, se responsabilizam por suas descrições.

    2ª. Em caso eventual de engano na autenticidade de peças, comprovado por peritos idôneos, e mediante laudo assinado, ficará desfeita a venda, desde que a reclamação seja feita em até 5 dias após o término do leilão. Findo o prazo, não será mais admitidas quaisquer reclamação, considerando-se definitiva a venda.

    3ª. As peças estrangeiras serão sempre vendidas como Atribuídas.

    4ª. O Leiloeiro não é proprietário dos lotes, mas o faz em nome de terceiros, que são responsáveis pela licitude e desembaraço dos mesmos.

    5ª. Elaborou-se com esmero o catálogo, cujos lotes se acham descritos de modo objetivo. As peças serão vendidas NO ESTADO em que foram recebidas e expostas. Descrição de estado ou vícios decorrentes do uso será descrito dentro do possível, mas sem obrigação. Pelo que se solicita aos interessados ou seus peritos, prévio e detalhado exame até o dia do pregão. Depois da venda realizada não serão aceitas reclamações quanto ao estado das mesmas nem servirá de alegação para descumprir compromisso firmado.

    6ª. Os leilões obedecem rigorosamente à ordem do catalogo.

    7ª. Ofertas por escrito podem ser feitas antes dos leilões, ou autorizar a lançar em seu nome; o que será feito por funcionário autorizado.

    8ª. Os Organizadores colocarão a título de CORTESIA, de forma gratuita e confidencial, serviço de arrematação pelo telefone e Internet, sem que isto o obrigue legalmente perante falhas de terceiros.

    8.1. LANCES PELA INTERNET: O arrematante poderá efetuar lances automáticos, de tal maneira que, se outro arrematante cobrir sua oferta, o sistema automaticamente gerará um novo lance para aquele arrematante, acrescido do incremento mínimo, até o limite máximo estabelecido pelo arrematante. Os lances automáticos ficarão registrados no sistema com a data em que forem feitos. Os lances ofertados são IRREVOGÁVEIS e IRRETRATÁVEIS. O arrematante é responsável por todos os lances feitos em seu nome, pelo que os lances não podem ser anulados e/ou cancelados em nenhuma hipótese.

    8.2. Em caso de empate entre arrematantes que efetivaram lances no mesmo lote e de mesmo valor, prevalecerá vencedor aquele que lançou primeiro (data e hora do registro do lance no site), devendo ser considerado inclusive que o lance automático fica registrado na data em que foi feito. Para desempate, o lance automático prevalecerá sobre o lance manual.

    9ª. O Organizador se reserva o direito de não aceitar lances de licitante com obrigações pendentes.

    10ª. Adquiridas as peças e assinado pelo arrematante o compromisso de compra, NÃO MAIS SERÃO ADMITIDAS DESISTÊNCIAS sob qualquer alegação.

    11ª. O arremate será sempre em moeda nacional. A progressão dos lances, nunca inferior a 5% do anterior, e sempre em múltiplo de dez. Outro procedimento será sempre por licença do Leiloeiro; o que não cria novação.

    12ª. Em caso de litígio prevalece a palavra do Leiloeiro.

    13ª. As peças adquiridas deverão ser pagas e retiradas IMPRETERIVELMENTE em até 48 horas após o término do leilão, e serão acrescidas da comissão do Leiloeiro, (5%). Não sendo obedecido o prazo previsto, o Leiloeiro poderá dar por desfeita a venda e, por via de EXECUÇÃO JUDICIAL, cobrar sua comissão e a dos organizadores.

    14ª. As despesas com as remessas dos lotes adquiridos, caso estes não possam ser retirados, serão de inteira responsabilidade dos arrematantes. O cálculo de frete, serviços de embalagem e despacho das mercadorias deverão ser considerados como Cortesia e serão efetuados pelas Galerias e/ou Organizadores mediante prévia indicação da empresa responsável pelo transporte e respectivo pagamento dos custos de envio.

    15ª. Qualquer litígio referente ao presente leilão está subordinado à legislação brasileira e a jurisdição dos tribunais da cidade de Campinas - SP. Os casos omissos regem-se pela legislação pertinente, e em especial pelo Decreto 21.981, de 19 de outubro de 1932, Capítulo III, Arts. 19 a 43, com as alterações introduzidas pelo Decreto 22.427., de 1º. de fevereiro de 1933.

  • CONDIÇÕES DE PAGAMENTO

    À vista, acrescido da taxa do leiloeiro de 5 %.

    Através de depósito ou transferência bancária em conta a ser informada através do e-mail de cobrança.

    Não aceitamos cartões de crédito.

    Para depósitos em cheque, as peças serão liberadas para retirada/envio somente após a compensação.

  • FRETE E ENVIO

    Enviamos através dos Correios para todo o Brasil.

    As despesas com retirada e remessa dos lotes, são de responsabilidade dos arrematantes.

    Em caso de envio por transportadoras, esta deverá ser providenciada pelo Arrematante.