Lote 1
Carregando...

Tipo:
Diversos

As muitas glórias que vivi, quem pode descrever? Quem caminhou em meus campos ao lado do gentio guerreiro Guayaná que se aldeiava nos rincões dessas terras desde tempos ancestrais? Quem acompanhou a marcha dos bandeirantes rumo ao Caminho dos Goyases buscando riquezas e desbravando o sertão indômito? Quem seguiu o movimento das mãos que manejaram os machados e as enxadas derrubando as matas, amansando minhas terras, plantando hortas e fazendo brotar as canas, que sob os fogos dos engenhos, produziram em abundância o dulcíssimo açúcar? Quem seguiu o tropel dos cavalos de Boaventura do Amaral e os liberais Campineiros, comandados pelo Regente Feijó e pelo Brigadeiro Tobias de Aguiar, quando se bateram contra os conservadores imperiais liderados pelo próprio Caxias no combate da Venda Grande? Quem conheceu o homem que divisou em sua mente a ideia de que a cultura do café se desenvolveria soberbamente sob esse clima ameno e nas terras roxas e vermelho-amarelas abundantes de minhas plagas? Essa conjectura materializada transformou uma modesta vila, na mais próspera cidade da Província de São Paulo. Quem viu tombar o vetusto casario colonial geminado que cedeu lugar aos faustosos palácios dos barões do café? Quem ouviu ecoar pelas janelas do sobrado de dona Miquelina Pompeu de Amaral, os geniais acordes da música do jovem Antônio Carlos Gomes, executados ao piano, emprestado por essa benemérita, durante os estudos preparatórios do futuro maestro? Quem presenciou as célebres reuniões na venda dos irmãos Cerqueira Leite (conhecida como Ninho Republicano), as discussões sobre o fim do Império, a abolição da escravatura e a propaganda republicana? Quem testemunhou o horror da epidemia de Febre Amarela de 1889 que matou tantos, fez fugir da cidade os poderosos e revelou heróis que sacrificaram suas vidas colocando-se no front do combate à doença? Quem vivenciou a derrocada do café e a ruína econômica no princípio do século passado? Quem sentiu a terra tremer com as bombas despejadas na cidade pelos aviões da ditadura Vargas, assistiu às tropas do exército constitucionalista enquanto se encaminhavam para batalha final no MORRO DO GRAVI e ouviu o aterrorizante troar dos canhões em SOUSAS, sufocando a revolução constitucionalista de 1932? Quem viveu o renascimento de uma cidade que se tornou metrópole, com um parque tecnológico avançado, universidades de excelência e uma malha viária formidável? Quem se não eu? Campinas, a Sereníssima Princesa do Oeste! Pujante, contestadora, libertária, inovadora, integradora e predestinada ao protagonismo no Brasil! A DARGENT LEILOES TEM A GRATA SATISFAÇÃO DE APRESENTAR ESSE GRANDE LEILÃO RESIDENCIAL QUE APRESENTA UMA COLEÇÃO NORTEADA PELA REUNIÃO DE PEÇAS LIGADAS NÃO SÓ A HISTÓRIA DE SUA ILUSTRE FAMÍLIA (PROENÇA E LEITE DE CAMARGO PENTEADO) MAS TAMBÉM DE IMPORTANTES VULTOS CAMPINEIROS DO PERÍODO COLONIAL, IMPERIAL E REPUBLICANO. TUDO AQUI TEM UM SENTIDO, UM VÍNCULO E NOS PERMITE TRAÇAR UMA LINHA TEMPORAL DOS DIVERSOS MOMENTOS DE CAMPINAS COMO VILA, CIDADE E METROPOLE PAULISTA. ESSE É UM COLECIONADOR QUE NÃO SE UFANA APENAS DA BELEZA E REQUINTE DE SUA COLEÇÃO, MAS PRINCIPALMENTE PELA NARRATIVA QUE ELA PROPORCIONA. SE É VERDADE QUE AS PAREDES TÊM OUVIDOS, NESSA CASA OS OBJETOS TÊM VOZES QUE CONTAM FEITOS, CELEBRAM HERÓIS E ECOAM UMA CIVILIZAÇÃO EXTINTA.

Peça

Visitas: 408

Tipo: Diversos

As muitas glórias que vivi, quem pode descrever? Quem caminhou em meus campos ao lado do gentio guerreiro Guayaná que se aldeiava nos rincões dessas terras desde tempos ancestrais? Quem acompanhou a marcha dos bandeirantes rumo ao Caminho dos Goyases buscando riquezas e desbravando o sertão indômito? Quem seguiu o movimento das mãos que manejaram os machados e as enxadas derrubando as matas, amansando minhas terras, plantando hortas e fazendo brotar as canas, que sob os fogos dos engenhos, produziram em abundância o dulcíssimo açúcar? Quem seguiu o tropel dos cavalos de Boaventura do Amaral e os liberais Campineiros, comandados pelo Regente Feijó e pelo Brigadeiro Tobias de Aguiar, quando se bateram contra os conservadores imperiais liderados pelo próprio Caxias no combate da Venda Grande? Quem conheceu o homem que divisou em sua mente a ideia de que a cultura do café se desenvolveria soberbamente sob esse clima ameno e nas terras roxas e vermelho-amarelas abundantes de minhas plagas? Essa conjectura materializada transformou uma modesta vila, na mais próspera cidade da Província de São Paulo. Quem viu tombar o vetusto casario colonial geminado que cedeu lugar aos faustosos palácios dos barões do café? Quem ouviu ecoar pelas janelas do sobrado de dona Miquelina Pompeu de Amaral, os geniais acordes da música do jovem Antônio Carlos Gomes, executados ao piano, emprestado por essa benemérita, durante os estudos preparatórios do futuro maestro? Quem presenciou as célebres reuniões na venda dos irmãos Cerqueira Leite (conhecida como Ninho Republicano), as discussões sobre o fim do Império, a abolição da escravatura e a propaganda republicana? Quem testemunhou o horror da epidemia de Febre Amarela de 1889 que matou tantos, fez fugir da cidade os poderosos e revelou heróis que sacrificaram suas vidas colocando-se no front do combate à doença? Quem vivenciou a derrocada do café e a ruína econômica no princípio do século passado? Quem sentiu a terra tremer com as bombas despejadas na cidade pelos aviões da ditadura Vargas, assistiu às tropas do exército constitucionalista enquanto se encaminhavam para batalha final no MORRO DO GRAVI e ouviu o aterrorizante troar dos canhões em SOUSAS, sufocando a revolução constitucionalista de 1932? Quem viveu o renascimento de uma cidade que se tornou metrópole, com um parque tecnológico avançado, universidades de excelência e uma malha viária formidável? Quem se não eu? Campinas, a Sereníssima Princesa do Oeste! Pujante, contestadora, libertária, inovadora, integradora e predestinada ao protagonismo no Brasil! A DARGENT LEILOES TEM A GRATA SATISFAÇÃO DE APRESENTAR ESSE GRANDE LEILÃO RESIDENCIAL QUE APRESENTA UMA COLEÇÃO NORTEADA PELA REUNIÃO DE PEÇAS LIGADAS NÃO SÓ A HISTÓRIA DE SUA ILUSTRE FAMÍLIA (PROENÇA E LEITE DE CAMARGO PENTEADO) MAS TAMBÉM DE IMPORTANTES VULTOS CAMPINEIROS DO PERÍODO COLONIAL, IMPERIAL E REPUBLICANO. TUDO AQUI TEM UM SENTIDO, UM VÍNCULO E NOS PERMITE TRAÇAR UMA LINHA TEMPORAL DOS DIVERSOS MOMENTOS DE CAMPINAS COMO VILA, CIDADE E METROPOLE PAULISTA. ESSE É UM COLECIONADOR QUE NÃO SE UFANA APENAS DA BELEZA E REQUINTE DE SUA COLEÇÃO, MAS PRINCIPALMENTE PELA NARRATIVA QUE ELA PROPORCIONA. SE É VERDADE QUE AS PAREDES TÊM OUVIDOS, NESSA CASA OS OBJETOS TÊM VOZES QUE CONTAM FEITOS, CELEBRAM HERÓIS E ECOAM UMA CIVILIZAÇÃO EXTINTA.

Informações

Termos e Condições
Condições de Pagamento
Frete e Envio
  • TERMOS E CONDIÇÕES

    1ª. As peças que compõem o presente LEILÃO, foram cuidadosamente examinadas pelos organizadores que, solidários com os proprietários das mesmas, se responsabilizam por suas descrições.

    2ª. Em caso eventual de engano na autenticidade de peças, comprovado por peritos idôneos, e mediante laudo assinado, ficará desfeita a venda, desde que a reclamação seja feita em até 5 dias após o término do leilão. Findo o prazo, não será mais admitidas quaisquer reclamação, considerando-se definitiva a venda.

    3ª. As peças estrangeiras serão sempre vendidas como Atribuídas.

    4ª. O Leiloeiro não é proprietário dos lotes, mas o faz em nome de terceiros, que são responsáveis pela licitude e desembaraço dos mesmos.

    5ª. Elaborou-se com esmero o catálogo, cujos lotes se acham descritos de modo objetivo. As peças serão vendidas NO ESTADO em que foram recebidas e expostas. Descrição de estado ou vícios decorrentes do uso será descrito dentro do possível, mas sem obrigação. Pelo que se solicita aos interessados ou seus peritos, prévio e detalhado exame até o dia do pregão. Depois da venda realizada não serão aceitas reclamações quanto ao estado das mesmas nem servirá de alegação para descumprir compromisso firmado.

    6ª. Os leilões obedecem rigorosamente à ordem do catalogo.

    7ª. Ofertas por escrito podem ser feitas antes dos leilões, ou autorizar a lançar em seu nome; o que será feito por funcionário autorizado.

    8ª. Os Organizadores colocarão a título de CORTESIA, de forma gratuita e confidencial, serviço de arrematação pelo telefone e Internet, sem que isto o obrigue legalmente perante falhas de terceiros.

    8.1. LANCES PELA INTERNET: O arrematante poderá efetuar lances automáticos, de tal maneira que, se outro arrematante cobrir sua oferta, o sistema automaticamente gerará um novo lance para aquele arrematante, acrescido do incremento mínimo, até o limite máximo estabelecido pelo arrematante. Os lances automáticos ficarão registrados no sistema com a data em que forem feitos. Os lances ofertados são IRREVOGÁVEIS e IRRETRATÁVEIS. O arrematante é responsável por todos os lances feitos em seu nome, pelo que os lances não podem ser anulados e/ou cancelados em nenhuma hipótese.

    8.2. Em caso de empate entre arrematantes que efetivaram lances no mesmo lote e de mesmo valor, prevalecerá vencedor aquele que lançou primeiro (data e hora do registro do lance no site), devendo ser considerado inclusive que o lance automático fica registrado na data em que foi feito. Para desempate, o lance automático prevalecerá sobre o lance manual.

    9ª. O Organizador se reserva o direito de não aceitar lances de licitante com obrigações pendentes.

    10ª. Adquiridas as peças e assinado pelo arrematante o compromisso de compra, NÃO MAIS SERÃO ADMITIDAS DESISTÊNCIAS sob qualquer alegação.

    11ª. O arremate será sempre em moeda nacional. A progressão dos lances, nunca inferior a 5% do anterior, e sempre em múltiplo de dez. Outro procedimento será sempre por licença do Leiloeiro; o que não cria novação.

    12ª. Em caso de litígio prevalece a palavra do Leiloeiro.

    13ª. As peças adquiridas deverão ser pagas e retiradas IMPRETERIVELMENTE em até 48 horas após o término do leilão, e serão acrescidas da comissão do Leiloeiro, (5%). Não sendo obedecido o prazo previsto, o Leiloeiro poderá dar por desfeita a venda e, por via de EXECUÇÃO JUDICIAL, cobrar sua comissão e a dos organizadores.

    14ª. As despesas com as remessas dos lotes adquiridos, caso estes não possam ser retirados, serão de inteira responsabilidade dos arrematantes. O cálculo de frete, serviços de embalagem e despacho das mercadorias deverão ser considerados como Cortesia e serão efetuados pelas Galerias e/ou Organizadores mediante prévia indicação da empresa responsável pelo transporte e respectivo pagamento dos custos de envio.

    15ª. Qualquer litígio referente ao presente leilão está subordinado à legislação brasileira e a jurisdição dos tribunais da cidade de Campinas - SP. Os casos omissos regem-se pela legislação pertinente, e em especial pelo Decreto 21.981, de 19 de outubro de 1932, Capítulo III, Arts. 19 a 43, com as alterações introduzidas pelo Decreto 22.427., de 1º. de fevereiro de 1933.

  • CONDIÇÕES DE PAGAMENTO

    À vista, acrescido da taxa do leiloeiro de 5 %.

    Através de depósito ou transferência bancária em conta a ser informada através do e-mail de cobrança.

    Não aceitamos cartões de crédito.

    Para depósitos em cheque, as peças serão liberadas para retirada/envio somente após a compensação.

  • FRETE E ENVIO

    Enviamos através dos Correios para todo o Brasil.

    As despesas com retirada e remessa dos lotes, são de responsabilidade dos arrematantes.

    Em caso de envio por transportadoras, esta deverá ser providenciada pelo Arrematante.