Lote 33
Carregando...

Tipo:
Livros - Raros

OS LUZÍADAS DE LUIZ VAZ DE CAMÕES RARÍSSIMA OBRA DEDICADA AO IMPERADOR DOM PEDRO II DO BRASIL. PUBLICAÇÃO COMEMORATIVA DOS 300 ANOS DA MORTE DO POETA CELEBRADOS EM 1880. EDIÇÃO CRITICA-COMEMORATIVA DO TERCEIRO CENTENÁRIO DA MORTE DO GRANDE POETA. PUBLICADA NO PORTO POR EMILIO BIEL. TYPOGRAPHIA GIESECKE & DEVRIENT ESTABELECIMENTO GRAPHICO. LEIPZIG ALEMANHA. MDCCCLXXX 1880. IN FÓLIO (DE 40X30 CM) COM LVI, 375, MCII PAGS. , KARL EMIL BIEL NASCEU NA ALEMANHA EM 1838, EMIGROU PARA PORTUGAL POR VOLTA DE 1860 E MORREU NO PORTO EM 1915. A TIRAGEM FOI DE 100 EXEMPLARES E 12 EXEMPLARES QUE FORAM IMPRESSOS EM VELINO OFERTADOS A MONARCAS, NOBRES E ÓRGÃOS PÚBLICOS COMO A CAMARA DO PORTO E OUTROS. PROFUSAMENTE ILUSTRADO COM VINHETAS NO TEXTO, GRAVURAS INTERCALADAS NO TEXTO E ABERTAS EM CHAPA DE METAL (DESENHADAS POR OSCAR BEGAS E GRAVADAS POR LINDNER, DESENHADAS POR KOSTKA E GRAVADAS POR GOLDEBERG, DENINGER E OUTROS), ANTERROSTOS NO INÍCIO DE CADA CANTO DO POEMA LITOGRAFADOS EM POLICROMIA (DESENHOS POR GNAUTH E GRAVAÇÕES POR BANKEL), ANTERROSTO DA OBRA COM A GRAVURA DE CAMÕES DESENHADA POR BURGER E GRAVADA POR PICKEL E POR NEUMANN, E MAGNÍFICA LITOGRAFIA DO IMPERADOR D. PEDRO II DO BRASIL ABERTA EM CHAPA DE AÇO A PARTIR DE UMA FOTOGRAFIA DE FILLON. PAGINA COM A DEDICATORIA DE EMILIO BIEL QUE O OFERECE PARA SUA MAGESTADE O IMPERADOR SR DOM PEDRO II IMPERADOR DO BRASIL HOMENAGEM DO MAIS PROFUNDO RESPEITO OFFERECE E DEDICA O EDITOR. PORTO, 1880. 39 X 30 CM. 6460 GNOTA: Inocêncio XIV, 179: Edição de Biel, do Porto: Os Lusiadas de Luiz de Camões. Edição critica commemorativa do terceiro centenario da morte do grande poeta. Publicada no Porto por Emilio Biel. Tyographia de Giesecke & Devrient, estabelecimento graphico, Leipzig, MDCCCLXXX. Fol. de 8 inumeradas) LVI 375 XXXIII XCII pag. Com os retratos de Camões e do Imperador do Brasil, e estampas alegóricas. A dedicatória ao Imperador do Brazil é assim: A Sua Magestade o Senhor D. Pedro II, Imperador de Brazil, Homenagem do mais profundo respeito, offerece e dedica o editor Emilio Biel. Depois do retrato do Imperador (feito por uma photographia de Fillon), vem uma página com estas indicações: Introducção, notas, tabellas de variantes e revisão do texto baseada na 2.ª edíção de 1572, e na de 1834 (de Hamburgo), revista e retocada pelo ex.mo sr. José Gomes Monteiro, socio correspondente da academia real das sciencias e membro de varias academias estrangeiras. Poemeto commemorativo Camões e os Lusiadas (estudo sobre a vida e obras do poeta) pelo ex.mo sr. José da Silva Mendes Leal, do conselho de Sua Magestade, par do reino, ministro e secretario d"estado honorario socio da academia real das sciencias de Lisboa, enviado extraordinario e ministro plenipotenciario de Sua Magestade Fidelissima em París, etc. etc.). Seguem se a lista dos artistas que com os seus trabalhos enriqueceram esta obra, o poema commemorativo Visão! (pag. III a XIV), e na pagina seguinte vem os titulos: Os Lusiadas de Luiz de Camões, edição critica com um estudo sobre a vida e obras do poeta pelo Exmo Sr. José da Silva Mendes Leal... baseada sobre a 2.ª edição de 1572, emendada pela de 1834 (de Hamburgo) revista e retocada pelo ex.mo sr. José Gomes Monteiro... enriquecida com 12 gravuras originaes em metal trabalho dos mais notáveis artistas da Europa, assumptos e desenhos aprovados por Sua Majestade El-Rei o Senhor D. Fernando. Publicada per Emilio Biel, Porto. O texto do poema foi primeiramente impresso no Porto, typographia de A. J. da Silva Teixeira, revisto por Gomes Monteiro. Esta impressão preparatória serviu de original para a composição na imprensa de Leipzig. As estampas, excluindo o retrato de Sua Magestade o Imperador, no principio, são vinte e uma, onze roproduzidas das da edição do Morgado de Matteus e dez de composição nova, desenhadas e gravadas em Leipzig. As gravuras reproduzidas (redução pela fotografia) são Camões na gruta de Macau, e as dos cantos I, II, III, IV, V, VI, VII, VIII, IX e X, e as novas são: a do rosto com o novo busto de Camões, e as dos cantos I, II, IV, V, VI, VII, VIII, IX e X. Eis os artistas que trabalharam na edição de Biel, conforme os encontro citados na própria obra (pag. II): os quadros a oleo, que serviram de base ás gravuras em aço, foram executados por Begas, professor da escola artistica de Berlim, Liezen Mayer, director da academia de bellas artes de Stuttgart, Kostka, pintor historico de Berlim, as gravuras em aço, pelos artistas Deininger, Goldberg, Krausse, Lindner, Martin, Nüsser, Pickel, Schultheiss, Wagenmann, os desenhos para as iniciaes e vinhetas finaes, por Ludwig Burger, membro da academia de bellas artes de Berlim, desenhados na madeira por Martin Laemmel e P. Grotjohann, e gravados por R. Brand"amour & C.ª e Kaeseberg & Oertel, as photogravuras por Emilio Biel & C.ª, do Porto, as composições das páginas titulos (rostos dos cantos), chromo typo por A. Gnauth, director da escola academica de Nürnberg, e a composição e impressão typographica sob a direcção de Giesecke & Devrient, instituto typographico de Leipzig. O papel para o texto foi fornecido por Bohnenberger e C.ª, de Pforzheim, e para as gravuras por B. Siegismund, de Leipzig. COMEMORAÇÃO DOS TREZENTOS ANOS DA MORTE DE CAMÕES NO BRASIL: A Primeira Exposição da Biblioteca Nacional Brasileira Em Junho de 1880, foi inaugurada a Exposição Camoniana, a primeira mostra realizada pela Biblioteca Nacional no Rio de Janeiro, na época sob a direção de Ramiz Galvão. O evento, uma homenagem ao escritor português Luís de Camões, na ocasião dos 300 anos de sua morte, reuniu livros, manuscritos e iconografias referentes ao autor de Os Lusíadas. O clássico da língua portuguesa, escrito por Luis de Camões, foi impresso pela primeira vez em 1572. A Biblioteca Nacional detém um exemplar dessa edição histórica. O Imperador Dom Pedro II aproveitou as Festividades para reafirmar as boas relações Diplomáticas com seu sobrinho, o Rei Luís I de Portugal.No Acervo da Biblioteca Nacional e do Real Gabinete Português de Leitura do Rio de Janeiro, existe uma edição especial dos Lusíadas, dedicado ao Imperador Dom Pedro II com o retrato do Monarca Brasileiro junto ao de Camões e as Iniciais do Rei Luís I de Portugal e seu tio Brasileiro.Antes de Partir para o Exílio em 1889, o Imperador doou para o acervo do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro uma edição Original de "Os Lusíadas" de 1572, que teria pertencido ao próprio Camões. Fonte: "Fonte: Comemorar Camões e repensar a nação: o discurso de Joaquim Nabuco na festa do tricentenário de morte de Camões no Rio de Janeiro (1880)

Peça

Visitas: 228

OS LUZÍADAS DE LUIZ VAZ DE CAMÕES RARÍSSIMA OBRA DEDICADA AO IMPERADOR DOM PEDRO II DO BRASIL. PUBLICAÇÃO COMEMORATIVA DOS 300 ANOS DA MORTE DO POETA CELEBRADOS EM 1880. EDIÇÃO CRITICA-COMEMORATIVA DO TERCEIRO CENTENÁRIO DA MORTE DO GRANDE POETA. PUBLICADA NO PORTO POR EMILIO BIEL. TYPOGRAPHIA GIESECKE & DEVRIENT ESTABELECIMENTO GRAPHICO. LEIPZIG ALEMANHA. MDCCCLXXX 1880. IN FÓLIO (DE 40X30 CM) COM LVI, 375, MCII PAGS. , KARL EMIL BIEL NASCEU NA ALEMANHA EM 1838, EMIGROU PARA PORTUGAL POR VOLTA DE 1860 E MORREU NO PORTO EM 1915. A TIRAGEM FOI DE 100 EXEMPLARES E 12 EXEMPLARES QUE FORAM IMPRESSOS EM VELINO OFERTADOS A MONARCAS, NOBRES E ÓRGÃOS PÚBLICOS COMO A CAMARA DO PORTO E OUTROS. PROFUSAMENTE ILUSTRADO COM VINHETAS NO TEXTO, GRAVURAS INTERCALADAS NO TEXTO E ABERTAS EM CHAPA DE METAL (DESENHADAS POR OSCAR BEGAS E GRAVADAS POR LINDNER, DESENHADAS POR KOSTKA E GRAVADAS POR GOLDEBERG, DENINGER E OUTROS), ANTERROSTOS NO INÍCIO DE CADA CANTO DO POEMA LITOGRAFADOS EM POLICROMIA (DESENHOS POR GNAUTH E GRAVAÇÕES POR BANKEL), ANTERROSTO DA OBRA COM A GRAVURA DE CAMÕES DESENHADA POR BURGER E GRAVADA POR PICKEL E POR NEUMANN, E MAGNÍFICA LITOGRAFIA DO IMPERADOR D. PEDRO II DO BRASIL ABERTA EM CHAPA DE AÇO A PARTIR DE UMA FOTOGRAFIA DE FILLON. PAGINA COM A DEDICATORIA DE EMILIO BIEL QUE O OFERECE PARA SUA MAGESTADE O IMPERADOR SR DOM PEDRO II IMPERADOR DO BRASIL HOMENAGEM DO MAIS PROFUNDO RESPEITO OFFERECE E DEDICA O EDITOR. PORTO, 1880. 39 X 30 CM. 6460 GNOTA: Inocêncio XIV, 179: Edição de Biel, do Porto: Os Lusiadas de Luiz de Camões. Edição critica commemorativa do terceiro centenario da morte do grande poeta. Publicada no Porto por Emilio Biel. Tyographia de Giesecke & Devrient, estabelecimento graphico, Leipzig, MDCCCLXXX. Fol. de 8 inumeradas) LVI 375 XXXIII XCII pag. Com os retratos de Camões e do Imperador do Brasil, e estampas alegóricas. A dedicatória ao Imperador do Brazil é assim: A Sua Magestade o Senhor D. Pedro II, Imperador de Brazil, Homenagem do mais profundo respeito, offerece e dedica o editor Emilio Biel. Depois do retrato do Imperador (feito por uma photographia de Fillon), vem uma página com estas indicações: Introducção, notas, tabellas de variantes e revisão do texto baseada na 2.ª edíção de 1572, e na de 1834 (de Hamburgo), revista e retocada pelo ex.mo sr. José Gomes Monteiro, socio correspondente da academia real das sciencias e membro de varias academias estrangeiras. Poemeto commemorativo Camões e os Lusiadas (estudo sobre a vida e obras do poeta) pelo ex.mo sr. José da Silva Mendes Leal, do conselho de Sua Magestade, par do reino, ministro e secretario d"estado honorario socio da academia real das sciencias de Lisboa, enviado extraordinario e ministro plenipotenciario de Sua Magestade Fidelissima em París, etc. etc.). Seguem se a lista dos artistas que com os seus trabalhos enriqueceram esta obra, o poema commemorativo Visão! (pag. III a XIV), e na pagina seguinte vem os titulos: Os Lusiadas de Luiz de Camões, edição critica com um estudo sobre a vida e obras do poeta pelo Exmo Sr. José da Silva Mendes Leal... baseada sobre a 2.ª edição de 1572, emendada pela de 1834 (de Hamburgo) revista e retocada pelo ex.mo sr. José Gomes Monteiro... enriquecida com 12 gravuras originaes em metal trabalho dos mais notáveis artistas da Europa, assumptos e desenhos aprovados por Sua Majestade El-Rei o Senhor D. Fernando. Publicada per Emilio Biel, Porto. O texto do poema foi primeiramente impresso no Porto, typographia de A. J. da Silva Teixeira, revisto por Gomes Monteiro. Esta impressão preparatória serviu de original para a composição na imprensa de Leipzig. As estampas, excluindo o retrato de Sua Magestade o Imperador, no principio, são vinte e uma, onze roproduzidas das da edição do Morgado de Matteus e dez de composição nova, desenhadas e gravadas em Leipzig. As gravuras reproduzidas (redução pela fotografia) são Camões na gruta de Macau, e as dos cantos I, II, III, IV, V, VI, VII, VIII, IX e X, e as novas são: a do rosto com o novo busto de Camões, e as dos cantos I, II, IV, V, VI, VII, VIII, IX e X. Eis os artistas que trabalharam na edição de Biel, conforme os encontro citados na própria obra (pag. II): os quadros a oleo, que serviram de base ás gravuras em aço, foram executados por Begas, professor da escola artistica de Berlim, Liezen Mayer, director da academia de bellas artes de Stuttgart, Kostka, pintor historico de Berlim, as gravuras em aço, pelos artistas Deininger, Goldberg, Krausse, Lindner, Martin, Nüsser, Pickel, Schultheiss, Wagenmann, os desenhos para as iniciaes e vinhetas finaes, por Ludwig Burger, membro da academia de bellas artes de Berlim, desenhados na madeira por Martin Laemmel e P. Grotjohann, e gravados por R. Brand"amour & C.ª e Kaeseberg & Oertel, as photogravuras por Emilio Biel & C.ª, do Porto, as composições das páginas titulos (rostos dos cantos), chromo typo por A. Gnauth, director da escola academica de Nürnberg, e a composição e impressão typographica sob a direcção de Giesecke & Devrient, instituto typographico de Leipzig. O papel para o texto foi fornecido por Bohnenberger e C.ª, de Pforzheim, e para as gravuras por B. Siegismund, de Leipzig. COMEMORAÇÃO DOS TREZENTOS ANOS DA MORTE DE CAMÕES NO BRASIL: A Primeira Exposição da Biblioteca Nacional Brasileira Em Junho de 1880, foi inaugurada a Exposição Camoniana, a primeira mostra realizada pela Biblioteca Nacional no Rio de Janeiro, na época sob a direção de Ramiz Galvão. O evento, uma homenagem ao escritor português Luís de Camões, na ocasião dos 300 anos de sua morte, reuniu livros, manuscritos e iconografias referentes ao autor de Os Lusíadas. O clássico da língua portuguesa, escrito por Luis de Camões, foi impresso pela primeira vez em 1572. A Biblioteca Nacional detém um exemplar dessa edição histórica. O Imperador Dom Pedro II aproveitou as Festividades para reafirmar as boas relações Diplomáticas com seu sobrinho, o Rei Luís I de Portugal.No Acervo da Biblioteca Nacional e do Real Gabinete Português de Leitura do Rio de Janeiro, existe uma edição especial dos Lusíadas, dedicado ao Imperador Dom Pedro II com o retrato do Monarca Brasileiro junto ao de Camões e as Iniciais do Rei Luís I de Portugal e seu tio Brasileiro.Antes de Partir para o Exílio em 1889, o Imperador doou para o acervo do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro uma edição Original de "Os Lusíadas" de 1572, que teria pertencido ao próprio Camões. Fonte: "Fonte: Comemorar Camões e repensar a nação: o discurso de Joaquim Nabuco na festa do tricentenário de morte de Camões no Rio de Janeiro (1880)

Vídeo

Informações

Lance

    • 57 lance(s)

    • R$ 10,500.00

  • Lote Vendido
Termos e Condições
Condições de Pagamento
Frete e Envio
  • TERMOS E CONDIÇÕES

    O presente instrumento, denominado "Termos e Condições do Leilão", tem por objetivo regular a participação de usuários (arrematantes) no sistema online de leilões.

    1. As obras que compõem o presente LEILÃO, foram periciadas pelos organizadores que, solidários com os proprietários das mesmas, se responsabilizam por suas descrições.

    2. Em caso eventual de engano na expertise de obras, comprovado por peritos idôneos, e mediante laudo assinado, ficará desfeita a venda, desde que a reclamação seja feitaem até 5 dias após o fim do leilão e/ou acesso à mercadoria. Findo este prazo, não mais serão admitidas quaisquer reclamação, considerando-se definitiva a venda.

    3. Obras estrangeiras serão sempre vendidas como "Atribuídas".

    4. O Leiloeiro(a) não é proprietário dos lotes, mas o faz em nome de terceiros, que são responsáveis pela licitude e desembaraço dos mesmos.

    5. Elaborou-se com esmero o catálogo, cujos lotes se acham descritos de modo objetivo.

    As obras serão vendidas "NO ESTADO" em que foram recebidas e expostas. Descrição de estado ou vícios decorrentes do uso será descrito dentro do possível, mas sem obrigação.

    Pelo que se solicita aos interessados ou seus peritos, prévio e detalhado exame até o dia do pregão.

    Depois da venda realizada não serão aceitas reclamações quanto ao estado das mesmas, nem servirá de alegação para descumprir o compromisso firmado.

    6. O leilão obedecerá rigorosamente à ordem dos lotes apresentada no catalogo. Todos os lotes poderão receber lances prévios antes da data de realização do pregão(*).

    Contudo, o lance vencedor será registrado somente durante o pregão ao vivo (data e horário divulgado no catálogo).

    É somente nesta data que o Leiloeiro(a) "baterá o martelo", formalizando cada lote como "Lote vendido".

    Os lances efetuados após a apresentação do lote no pregão, terão seu aceite ou não submetidos ao crivo do Leiloeiro(a) responsável.

    7. Ofertas por escrito podem ser feitas antes dos leilões, ou autorizar a lançar em seu nome; o que poderá ser feito por funcionário autorizado pelo Leiloeiro(a).

    8. O Leiloeiro(a) colocará, a titulo de CORTESIA, de forma gratuita e confidencial, serviço de arrematação pelo telefone e Internet, sem que isto o obrigue legalmente perante falhas de terceiros.

    8.1. LANCES PELA INTERNET: Para a participação nos leilões online faz-se necessário possuir um cadastro válido e ativo.

    Caso não possua cadastro, este poderá ser efetuado diretamente através do site do respectivo leilão, sendo certo que este deverá ser atualizado sempre que necessário.

    8.1.1 O acesso ao sistema de leilões online pelo usuário poderá ser cancelado ou suspenso a qualquer tempo e sob o exclusivo critério do Leiloeiro(a), não havendo direito a qualquer reclamação ou indenização.

    8.2. O arrematante poderá efetuar lances automáticos, de tal maneira que, se outro arrematante cobrir sua oferta, o sistema automaticamente gerará um novo lance para aquele arrematante,

    acrescido do incremento mínimo, até o limite máximo estabelecido pelo arrematante. Os lances automáticos ficarão registrados no sistema com a data em que forem efetuados.

    Os lances ofertados são IRREVOGÁVEIS e IRRETRATÁVEIS. O arrematante é responsável por todos os lances feitos em seu nome, os quais somente poderão ser anulados e/ou cancelados de acordo com autorização do leiloeiro(a) responsável.

    8.3. Em caso de empate entre arrematantes que efetivaram lances no mesmo lote e de mesmo valor, prevalecerá vencedor aquele que lançou primeiro (data e hora do registro do lance no site),devendo ser considerado inclusive que o lance automático fica registrado na data em que foi feito. Para desempate, o lance automático prevalecerá sobre o lance manual.

    9. O Leiloeiro(a) se reserva o direito de não aceitar lances de licitante com obrigações pendentes.

    10. Adquiridas as obras e assinado pelo arrematante o compromisso de compra, NÃO MAIS SERÃO ADMITIDAS DESISTÊNCIAS sob qualquer alegação.

    11. O arremate será sempre em moeda nacional. A progressão dos lances, nunca inferior a 5% do anterior, e sempre em múltiplo de dez. Outro procedimento será sempre por licença do Leiloeiro(a); o que não cria novação.

    12. As obras adquiridas deverão ser pagas e retiradas IMPRETERIVELMENTE em até 72 horas após o término do leilão, e serão acrescidas da comissão do Leiloeiro(a), (5%).

    Não sendo obedecido o prazo previsto, o Leiloeiro poderá dar por desfeita a venda e efetuar o bloqueio da respectiva cartela até respectiva quitação de taxas e multas equivalentes.

    13. As despesas com as remessas dos lotes adquiridos, caso estes não possam ser retirados, serão de inteira responsabilidade dos arrematantes.

    O cálculo de frete, serviços de embalagem e despacho das mercadorias deverão ser considerados como Cortesia e serão efetuados pelas Galerias e/ou Organizadores mediante prévia indicação pelo arrematante da empresaresponsável pelo transporte e respectivo pagamento dos custos de envio, ficando o Leiloeiro(a) e as Galerias e/ou Organizadores isentos de qualquer responsabilidade em caso de extravio, furto e/ou dano à mercadoria.

    14. O Leiloeiro(a) reserva-se ao direito de cancelar o lance, caso o arrematante adote posturas consideradas ofensivas, desrespeitosas ou inapropriadas, seja antes ou durante a realização de leilão.

    Poderá haver cancelamento de qualquer oferta de compra, sempre que não for possível comprovar a identidade do usuário ou caso este venha a descumprir quaisquer condições estabelecidas no presente contrato,dentre elas, a utilização de cadastros paralelos objetivando se eximir das responsabilidades previstas neste Termo.

    15. - O arrematante assume neste ato, expressamente, que responderá, civil e criminalmente, pelo uso de qualquer equipamento, programa ou procedimento que vise interferir no funcionamento do site.

    16. - O arrematante, ao clicar ACEITO declara ter lido e aceito o conteúdo do presente "termos e condições", sem nenhuma oposição, inclusive, não tem ressalva a fazer sobre as condições aqui estabelecidas.

    Também declara ter capacidade, autoridade e legitimidade para assumir responsabilidades e obrigações através do presente instrumento.

    17. Todas as controvérsias oriundas ou relacionadas ao presente Termo, deverão ser resolvidas, primeiramente, por negociação e/ou mediação entre as Partes.

    Não logrando êxito, a controvérsia poderá vir a ser resolvida por interpelação judicial.

    18. A Parte interessada em iniciar o procedimento de negociação/mediação deverá comunicar a outra parte por escrito, detalhando a sua reclamação, bem como apresentando proposta para a solução da questão,sendo concedido prazo de até 10 (dez) dias para a outra Parte apresentar sua manifestação.

    Fica eleito o foro do estado de São Paulo Comarca de Campinas, para dirimir qualquer controvérsia oriunda deste instrumento não equacionada via negociação e/ou mediação,com a expressa renuncia a outro por mais privilegiado que seja ou venha a ser.

    Leilão - forma de alienação de bens.

    *Pregão - forma de licitação pública, em data e horário pré-definidos, onde é validado a escolha do melhor candidato pelo respectivo leiloeiro(a) responsável.

  • CONDIÇÕES DE PAGAMENTO

    À vista, acrescido da taxa do leiloeiro de 5 %.

    Através de depósito ou transferência bancária em conta a ser informada através do e-mail de cobrança.

    Não aceitamos cartões de crédito.

    Para depósitos em cheque, as peças serão liberadas para retirada/envio somente após a compensação.

  • FRETE E ENVIO

    Enviamos através dos Correios para todo o Brasil.

    As despesas com retirada e remessa dos lotes, são de responsabilidade dos arrematantes.

    Em caso de envio por transportadoras, esta deverá ser providenciada pelo Arrematante. A Dargent Leilões atuará nesse caso como facilitador do transporte e o arrematante o agente ativo para definir a retirada e encaminhamento ao endereço de destino