Item 271 de 713 Itens
Arte Sacra

CIRCULO DE JOSEFA DOBIDOS SÃO JOÃO EVANGELISTA. BELA PINTURA SEISCENTISTA PINTADA SOBRE CHAPA DE METAL. BELA MOLDURA EM MALDEIRA PATINADA E DOURADA. PLACA EM METAL COM INSCRIÇÃO JOSEFA DOBIDOS SEC. XVII. REPRESENTA SÃO JOÃO SENTADO A BEIRA DE RIO SEGURANDO EVANGELHO E TENDO AO SEU LADO FIGURA DE ÁGUIA. PORTUGAL ,SEC. XVII. 21 X 19 CMNOTA: Josefa de Ayala Figueira, conhecida como Josefa de Óbidos (Sevilha, fevereiro de 1630 Óbidos, 22 de julho de 1684), foi uma pintora nascida na Espanha que viveu e produziu em Portugal. Tendo vivido quase sempre na Quinta da Capeleira, a reputação que granjeou era de tal ordem que muitos dos que iam tomar banhos às Caldas da Rainha, se desviavam de seu caminho, para irem a Óbidos cumprimentá-la. Era filha de Baltazar Gomes Figueira, pintor português natural de Óbidos, com obra em Évora, que fora trabalhar em Sevilha, onde veio a desposar D. Catarina de Ayala Camacho Cabrera Romero, natural da Andaluzia. Foi apadrinhada pelo pintor Espanhol Francisco Herrera, El Viejo. O seu irmão Barnabé de Ayalla também foi pintor. Em 1634, quando tinha apenas quatro anos de idade, os pais de Josefa regressam a Portugal, onde vieram a se estabelecer na Quinta da Capeleira, em Óbidos, quando a menina já tinha seis anos de idade. Ali a menina se educou, manifestando desde cedo, vocação para a pintura e para a gravura em metal, em lâminas de cobre e prata, num género denominado como pontinho. Foi especialista na pintura de flores, frutas e objetos inanimados. A influência exercida pelo barroco tornaram-na uma artista com interesses diversificados, tendo-se dedicado, além da pintura, à estampa, à gravura, à modelagem do barro, ao desenho de figurinos, de tecidos, de acessórios vários e a arranjos florais. Em 1653, aos 23 anos de idade, fez a gravura da edição dos Estatutos de Coimbra. Trabalhou em seguida como pintora para diversos conventos e igrejas. Na Capela do Noviciado do Convento de Varatojo havia uma excelente Nossa Senhora das Dores e, no coro, um Menino Jesus, quadros que lhe são atribuídos. Havia quadros seus no Mosteiro de Alcobaça, no Mosteiro da Batalha, em Vale Bem-Feito no Mosteiro de São Jerónimo, em Évora, onde existe um Cordeiro engrinaldado de flores, que passa por ser um dos seus melhores trabalhos. Como retratista da Família Real Portuguesa, destacam-se os seus retratos da rainha D. Maria Francisca Isabel de Saboia, esposa de D. Pedro II, e de sua filha, a princesa D. Isabel, que foi noiva de Vítor Amadeu, duque de Saboia, a quem esse retrato foi enviado. A Academia de Belas Artes de Lisboa também possui um quadro de Josefa de Óbidos.O Museu Nacional de Arte Antiga, em Lisboa, a partir do ano de 2015 vai expôr mais um dos seus trabalhos, que representa um Menino Jesus Peregrino associado aos Caminhos de Santiago, para se juntarem aos 14 outros que já aí estavam, nessas condições, nomeadamente duas das naturezas-mortas que a tornaram tão popular (Com Taça de Cristal e Com Caixas e Potes), um Menino Jesus Salvador do Mundo, uma Adoração dos Pastores e um Casamento Místico de Santa Catarina em ambiente doméstico, com a Virgem sobre um estrado, com um cesto de costura aos pés. No concelho de Sernancelhe , freguesia de Quintela , existem também na Igreja da Sª. da Lapa minúsculos mas admiráveis trabalhos da pintora , esta igreja onde estão expostos estes trabalhos localiza-se ao lado do Mosteiro na Serra da Lapa , no Santuário Nossa Senhora da Lapa. A pintura Maria Madalena confortada pelos Anjos foi arrematada em janeiro de 2015 num leilão da Sotheby's, de Nova Iorque, por 269 mil dólares (238.615 euros), por Filipe Mendes, que possui uma galeria de pintura antiga em Paris. O luso-descendente doou a obra ao Museu do Louvre. O Louvre aceitou a doação, e a pintura de Josefa de Óbidos vai ficar exposta junto à obra "Natureza morta com peixe" do pai da pintora Baltazar Figueira.A obra A Sagrada Família com São João Batista, Santa Isabel e Anjos foi comprada em 29 de janeiro de 2016 pelo Museu da Misericórdia do Porto. A obra Natureza Morta com Doces e Barros foi em abril de 2016 seleccionada como uma das dez mais importantes obras artísticas de Portugal pelo projeto Europeana (https://pt.wikipedia.org/wiki/Josefa_de_%C3%93bidos

content image 0
content image 1
content image 2
content image 3
content image 4
content image 5
content image 6

Lote: 227

Visitas: 211

Tipo: Arte Sacra

CIRCULO DE JOSEFA DOBIDOS SÃO JOÃO EVANGELISTA. BELA PINTURA SEISCENTISTA PINTADA SOBRE CHAPA DE METAL. BELA MOLDURA EM MALDEIRA PATINADA E DOURADA. PLACA EM METAL COM INSCRIÇÃO JOSEFA DOBIDOS SEC. XVII. REPRESENTA SÃO JOÃO SENTADO A BEIRA DE RIO SEGURANDO EVANGELHO E TENDO AO SEU LADO FIGURA DE ÁGUIA. PORTUGAL ,SEC. XVII. 21 X 19 CMNOTA: Josefa de Ayala Figueira, conhecida como Josefa de Óbidos (Sevilha, fevereiro de 1630 Óbidos, 22 de julho de 1684), foi uma pintora nascida na Espanha que viveu e produziu em Portugal. Tendo vivido quase sempre na Quinta da Capeleira, a reputação que granjeou era de tal ordem que muitos dos que iam tomar banhos às Caldas da Rainha, se desviavam de seu caminho, para irem a Óbidos cumprimentá-la. Era filha de Baltazar Gomes Figueira, pintor português natural de Óbidos, com obra em Évora, que fora trabalhar em Sevilha, onde veio a desposar D. Catarina de Ayala Camacho Cabrera Romero, natural da Andaluzia. Foi apadrinhada pelo pintor Espanhol Francisco Herrera, El Viejo. O seu irmão Barnabé de Ayalla também foi pintor. Em 1634, quando tinha apenas quatro anos de idade, os pais de Josefa regressam a Portugal, onde vieram a se estabelecer na Quinta da Capeleira, em Óbidos, quando a menina já tinha seis anos de idade. Ali a menina se educou, manifestando desde cedo, vocação para a pintura e para a gravura em metal, em lâminas de cobre e prata, num género denominado como pontinho. Foi especialista na pintura de flores, frutas e objetos inanimados. A influência exercida pelo barroco tornaram-na uma artista com interesses diversificados, tendo-se dedicado, além da pintura, à estampa, à gravura, à modelagem do barro, ao desenho de figurinos, de tecidos, de acessórios vários e a arranjos florais. Em 1653, aos 23 anos de idade, fez a gravura da edição dos Estatutos de Coimbra. Trabalhou em seguida como pintora para diversos conventos e igrejas. Na Capela do Noviciado do Convento de Varatojo havia uma excelente Nossa Senhora das Dores e, no coro, um Menino Jesus, quadros que lhe são atribuídos. Havia quadros seus no Mosteiro de Alcobaça, no Mosteiro da Batalha, em Vale Bem-Feito no Mosteiro de São Jerónimo, em Évora, onde existe um Cordeiro engrinaldado de flores, que passa por ser um dos seus melhores trabalhos. Como retratista da Família Real Portuguesa, destacam-se os seus retratos da rainha D. Maria Francisca Isabel de Saboia, esposa de D. Pedro II, e de sua filha, a princesa D. Isabel, que foi noiva de Vítor Amadeu, duque de Saboia, a quem esse retrato foi enviado. A Academia de Belas Artes de Lisboa também possui um quadro de Josefa de Óbidos.O Museu Nacional de Arte Antiga, em Lisboa, a partir do ano de 2015 vai expôr mais um dos seus trabalhos, que representa um Menino Jesus Peregrino associado aos Caminhos de Santiago, para se juntarem aos 14 outros que já aí estavam, nessas condições, nomeadamente duas das naturezas-mortas que a tornaram tão popular (Com Taça de Cristal e Com Caixas e Potes), um Menino Jesus Salvador do Mundo, uma Adoração dos Pastores e um Casamento Místico de Santa Catarina em ambiente doméstico, com a Virgem sobre um estrado, com um cesto de costura aos pés. No concelho de Sernancelhe , freguesia de Quintela , existem também na Igreja da Sª. da Lapa minúsculos mas admiráveis trabalhos da pintora , esta igreja onde estão expostos estes trabalhos localiza-se ao lado do Mosteiro na Serra da Lapa , no Santuário Nossa Senhora da Lapa. A pintura Maria Madalena confortada pelos Anjos foi arrematada em janeiro de 2015 num leilão da Sotheby's, de Nova Iorque, por 269 mil dólares (238.615 euros), por Filipe Mendes, que possui uma galeria de pintura antiga em Paris. O luso-descendente doou a obra ao Museu do Louvre. O Louvre aceitou a doação, e a pintura de Josefa de Óbidos vai ficar exposta junto à obra "Natureza morta com peixe" do pai da pintora Baltazar Figueira.A obra A Sagrada Família com São João Batista, Santa Isabel e Anjos foi comprada em 29 de janeiro de 2016 pelo Museu da Misericórdia do Porto. A obra Natureza Morta com Doces e Barros foi em abril de 2016 seleccionada como uma das dez mais importantes obras artísticas de Portugal pelo projeto Europeana (https://pt.wikipedia.org/wiki/Josefa_de_%C3%93bidos

Item 271 de 713 Itens
Termos e Condições
Condições de Pagamento
Frete e Envio
  • TERMOS E CONDIÇÕES

    1ª. As peças que compõem o presente LEILÃO, foram cuidadosamente examinadas pelos organizadores que, solidários com os proprietários das mesmas, se responsabilizam por suas descrições.

    2ª. Em caso eventual de engano na autenticidade de peças, comprovado por peritos idôneos, e mediante laudo assinado, ficará desfeita a venda, desde que a reclamação seja feita em até 5 dias após o término do leilão. Findo o prazo, não será mais admitidas quaisquer reclamação, considerando-se definitiva a venda.

    3ª. As peças estrangeiras serão sempre vendidas como Atribuídas.

    4ª. O Leiloeiro não é proprietário dos lotes, mas o faz em nome de terceiros, que são responsáveis pela licitude e desembaraço dos mesmos.

    5ª. Elaborou-se com esmero o catálogo, cujos lotes se acham descritos de modo objetivo. As peças serão vendidas NO ESTADO em que foram recebidas e expostas. Descrição de estado ou vícios decorrentes do uso será descrito dentro do possível, mas sem obrigação. Pelo que se solicita aos interessados ou seus peritos, prévio e detalhado exame até o dia do pregão. Depois da venda realizada não serão aceitas reclamações quanto ao estado das mesmas nem servirá de alegação para descumprir compromisso firmado.

    6ª. Os leilões obedecem rigorosamente à ordem do catalogo.

    7ª. Ofertas por escrito podem ser feitas antes dos leilões, ou autorizar a lançar em seu nome; o que será feito por funcionário autorizado.

    8ª. Os Organizadores colocarão a título de CORTESIA, de forma gratuita e confidencial, serviço de arrematação pelo telefone e Internet, sem que isto o obrigue legalmente perante falhas de terceiros.

    8.1. LANCES PELA INTERNET: O arrematante poderá efetuar lances automáticos, de tal maneira que, se outro arrematante cobrir sua oferta, o sistema automaticamente gerará um novo lance para aquele arrematante, acrescido do incremento mínimo, até o limite máximo estabelecido pelo arrematante. Os lances automáticos ficarão registrados no sistema com a data em que forem feitos. Os lances ofertados são IRREVOGÁVEIS e IRRETRATÁVEIS. O arrematante é responsável por todos os lances feitos em seu nome, pelo que os lances não podem ser anulados e/ou cancelados em nenhuma hipótese.

    8.2. Em caso de empate entre arrematantes que efetivaram lances no mesmo lote e de mesmo valor, prevalecerá vencedor aquele que lançou primeiro (data e hora do registro do lance no site), devendo ser considerado inclusive que o lance automático fica registrado na data em que foi feito. Para desempate, o lance automático prevalecerá sobre o lance manual.

    9ª. O Organizador se reserva o direito de não aceitar lances de licitante com obrigações pendentes.

    10ª. Adquiridas as peças e assinado pelo arrematante o compromisso de compra, NÃO MAIS SERÃO ADMITIDAS DESISTÊNCIAS sob qualquer alegação.

    11ª. O arremate será sempre em moeda nacional. A progressão dos lances, nunca inferior a 5% do anterior, e sempre em múltiplo de dez. Outro procedimento será sempre por licença do Leiloeiro; o que não cria novação.

    12ª. Em caso de litígio prevalece a palavra do Leiloeiro.

    13ª. As peças adquiridas deverão ser pagas e retiradas IMPRETERIVELMENTE em até 48 horas após o término do leilão, e serão acrescidas da comissão do Leiloeiro, (5%). Não sendo obedecido o prazo previsto, o Leiloeiro poderá dar por desfeita a venda e, por via de EXECUÇÃO JUDICIAL, cobrar sua comissão e a dos organizadores.

    14ª. As despesas com as remessas dos lotes adquiridos, caso estes não possam ser retirados, serão de inteira responsabilidade dos arrematantes. O cálculo de frete, serviços de embalagem e despacho das mercadorias deverão ser considerados como Cortesia e serão efetuados pelas Galerias e/ou Organizadores mediante prévia indicação da empresa responsável pelo transporte e respectivo pagamento dos custos de envio.

    15ª. Qualquer litígio referente ao presente leilão está subordinado à legislação brasileira e a jurisdição dos tribunais da cidade de Campinas - SP. Os casos omissos regem-se pela legislação pertinente, e em especial pelo Decreto 21.981, de 19 de outubro de 1932, Capítulo III, Arts. 19 a 43, com as alterações introduzidas pelo Decreto 22.427., de 1º. de fevereiro de 1933.

  • CONDIÇÕES DE PAGAMENTO

    A vista com acréscimo da taxa do leiloeiro de 5%.
    Através de depósito ou transferência bancária em conta a ser enviada por e-mail após o último dia do leilão.
    Não aceitamos cartões de crédito ou débito.
    O pagamento deverá ser efetuado até 72 horas após o término do leilão sob risco da venda ser desfeita.

  • FRETE E ENVIO

    As despesas com retirada e remessa dos lotes, são de responsabilidade dos arrematantes. Veja nas Condições de Venda do Leilão.
    Despachamos para todos os estados. A titulo de cortesia a casa poderá embrulhar as peças arrematadas e providenciar transportadora adequada

Lotes relacionados - Arte Sacra

Lote: 108A
Lote: 26A
Lote: 297
Lote: 298
Lote: 299